Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
34º
MIN 18º MÁX 37º

Mil migrantes permanecem em armazém industrial na Bielorrússia

Cerca de mil migrantes, entre os quais 150 menores, permanecem há mais de um mês no armazém industrial de Bruzgui, perto da fronteira da Bielorrússia com a Polónia, adiantou hoje à agência Efe a Cruz Vermelha bielorrussa.

Mil migrantes permanecem em armazém industrial na Bielorrússia
Notícias ao Minuto

16:42 - 11/12/21 por Lusa

Mundo Cruz Vermelha

"Atualmente, o centro logístico acolhe cerca de mil pessoas, entre as quais 150 crianças", disse um porta-voz da organização não-governamental (ONG), acrescentando que no local foram montados um posto de vacinação e uma cozinha de campanha.

Segundo a Cruz Vermelha, que presta ajuda humanitária aos migrantes, "desde 30 de novembro que no centro funciona também um posto médico aberto 24 horas por dia".

Os funcionários e voluntários da ONG levam alimentos e bens de primeira necessidade ao centro de Bruzgui duas vezes por dia.

Também participam na recolha de bens para os migrantes outras organizações internacionais, como o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a UNICEF e a Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Os prazos para uma solução para a situação não estão claros", adiantou a Cruz Vermelha bielorrussa, justificando a necessidade de continuar a prestar ajuda humanitária.

Cerca de dois mil migrantes oriundos do Médio Oriente chegaram em 08 de novembro ao lado bielorrusso da fronteira com a Polónia, a partir de onde pretendiam entrar na União Europeia e chegar à Alemanha.

Depois de uma semana de tensão com os guardas fronteiriços polacos, em 16 de novembro foram transferidos pelas autoridades bielorrussas para um armazém industrial próximo da fronteira que serve desde a altura como centro de acolhimento.

Leia Também: Fronteira da Bielorrússia. UE aponta desaceleração da pressão migratória

Recomendados para si

;
Campo obrigatório