Meteorologia

  • 21 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Militares birmaneses dizem que massacre de Done Taw é "notícia falsa"

A Junta Militar no governo em Myanmar descreveu como "notícias falsas" as informações sobre o envolvimento dos militares num massacre no noroeste do país em que alegadamente foram assassinadas 11 pessoas cujos corpos foram encontrados pela população local.

Militares birmaneses dizem que massacre de Done Taw é "notícia falsa"
Notícias ao Minuto

09:00 - 10/12/21 por Lusa

Mundo Myanmar

A publicação Global New Light, controlada pelos militares no poder em Myanmar, acusou os "meios de comunicação que destroem a nação" por divulgarem imagens vídeo acusando os soldados de massacre.  

"As primeiras investigações no terreno indicam que esse vídeo não está todo relacionado com as ações das Tatmadaw (nome oficial das Forças Armadas) tratando-se de uma conspiração", refere o relatório militar que não fornece detalhes sobre as mortes.  

"O vídeo circula na internet, nas redes sociais porque se trata de uma conspiração com ligações locais e internacionais", acrescenta o mesmo documento.

Várias fotografias e vídeos dos corpos encontrados na aldeia de Done Taw, região de Sagain, foram divulgadas através das redes sociais a nível global.

Meios de comunicação independentes que funcionam na clandestinidade devido às restrições e intimidações governamentais dizem que as informações sobre o massacre têm como base entrevistas a testemunhas e a residentes da zona.

De acordo com as primeiras notícias divulgadas sobre os acontecimentos tratou-se de um ato de retaliação das forças governamentais contra membros de uma unidade da Força de Defesa Popular, uma milícia armadas que confronta os soldados no poder desde o golpe de Estado militar de 01 de fevereiro. 

Hoje, os militares declaram que se trata de "desinformação" promovida através das redes sociais e acusa "países", que não são identificados e que "estão empenhados" em desintegrar o "Myanmar incitando ao derramamento de sangue e à escalada do conflito".

"Deste modo, (os países) fornecem 'notícias falsas' sobre baixas entre as forças de segurança com intenção de motivar terroristas", diz o relatório dos militares publicado hoje. 

Leia Também: Myanmar: Tropas queimam vivas 11 pessoas, algumas era menores

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório