Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
13º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Presidente francês visita a Hungria de Viktor Orbán na segunda-feira

O Presidente francês, Emmanuel Macron, visita na segunda-feira a Hungria, onde se encontrará com o primeiro-ministro Viktor Orban, na última deslocação a um país da União Europeia no âmbito de um périplo iniciado no princípio do seu mandato.

Presidente francês visita a Hungria de Viktor Orbán na segunda-feira
Notícias ao Minuto

16:32 - 07/12/21 por Lusa

Mundo Macron

Macron "participará numa cimeira com os primeiros-ministros dos países de Visegrado", que inclui quatro Estados da Europa central (Polónia, República Checa, Eslováquia e Hungria), indicou à agência France-Presse um porta-voz do chefe do Governo húngaro.

No programa da deslocação inclui-se ainda "um encontro bilateral com o Presidente Janos Ader e depois com Viktor Orban", acrescentou o porta-voz Bertalan Havasi.

O chefe de Estado francês deverá abordar com os dirigentes dos quatro países as prioridades da presidência da União Europeia (UE), que a França assegura a partir de 01 de janeiro durante seis meses, precisou o Eliseu ao confirmar a visita.

Esta presidência vai coincidir com a campanha para as presidenciais de abril e as legislativas de junho em França.

Com esta deslocação, a primeira do chefe de Estado francês à Hungria desde a efetuada por Nicolas Sarkozy em 2007, Emmanuel Macron termina as suas deslocações às 26 capitais europeias da UE que prometeu efetuar durante o seu mandato de cinco anos, que registou diversas alterações devido à pandemia do covid-19.

Segundo o Eliseu, serão analisados "diversos dossiers prioritários dos próximos meses a nível europeu, em particular as transições climática e digital, o reforço da Europa de defesa, o desenvolvimento da Europa social e a gestão europeia do asilo e das migrações".

Emmanuel Macron "abordará igualmente as exigências europeias em termos de Estado de direito e de respeito dos valores europeus", quando a Hungria permanece em conflito com Bruxelas por uma série de reformas relacionadas com a justiça, os 'media', os refugiados, as ONG e as minorias, temas em que os dois dirigentes também divergem.

Macron deve ainda encontrar-se com "representantes dos partidos políticos húngaros da oposição e prestará homenagem à filósofa Agnes Heller", acrescentou o Eliseu.

Esta antiga dissidente húngara, que morreu em 2019 aos 90 anos, tornou-se numa figura intelectual de oposição a Viktor Orban, cujo Governo promoveu diversas campanhas de destinadas a denegrir as suas posições e intervenções públicas.

Leia Também: Veolia e Airbus firmam contratos em visita de Macron à Arábia Saudita

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório