Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Brasil. Jovem de 21 anos encontrada morta cavou própria cova, diz polícia

Amanda Albach foi encontrada morta na sexta-feira na praia de Itapirubá, no litoral de Santa Catarina.

Brasil. Jovem de 21 anos encontrada morta cavou própria cova, diz polícia

Uma jovem de 21 anos de idade foi encontrada morta numa praia do litoral do estado brasileiro de Santa Catarina, na passada sexta-feira. A Polícia Civil revelou que a vítima cavou a própria cova antes de ser morta por um conhecido, tendo sido, também, obrigada a enviar um áudio à família antes de ser assassinada.

Na mensagem de voz Amanda dizia que voltaria para o Paraná, onde morava, com um carro que tinha conseguido através de uma aplicação de transportes. De acordo com a Globo, a jovem poderá ter sido morta por ter fotografado um homem armado, com historial de tráfico de drogas, que temeu ser denunciado.

O UOL Notícias avança que o delegado da Polícia Civil, Bruno Fernandes, confirmou que os três suspeitos foram ontem detidos. Todos eram amigos da vítima e foram dados como suspeitos após incoerências nos seus depoimentos ao longo da investigação. A polícia conseguiu um mandado de prisão temporária de cinco dias para todos.

Num depoimento dado na sexta-feira, um dos amigos confessou que matou a jovem e indicou a localização do corpo. "O suspeito contou que levou Amanda até à praia de Itapirubá e a obrigou a cavar a própria cova. Antes de ser morta, ainda a mandou gravar um áudio aos familiares a dizer que alugaria um carro numa aplicação para regressar ao Paraná", contou o delegado Bruno Fernandes.

Segundo a Delegacia de Investigação Criminal de Laguna, responsável pelo caso, um dos suspeitos revelou também que Amanda foi alvejada com dois tiros. 

A vítima estava desaparecida desde o dia 15 de novembro, um dia depois de ter sido vista pela última vez num clube de praia, na região nobre de Florianópolis. Um dos suspeitos do crime é um amigo que esteve com ela nesta noite.

Leia Também: "O índio no Brasil é visto como um pobre que é tolerado, não chateia"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório