Meteorologia

  • 25 JUNHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

África debate em Cabo Verde desafios do financiamento pós-pandemia

Governos, investidores e académicos de países africanos debatem a partir de hoje, na ilha cabo-verdiana do Sal, os desafios do financiamento ao continente no pós-pandemia de Covid-19 na II edição da Conferência Económica Africana.

África debate em Cabo Verde desafios do financiamento pós-pandemia
Notícias ao Minuto

06:17 - 02/12/21 por Lusa

Mundo Covid-19

A realizar até sábado em formato híbrido - presencialmente e por videoconferência --, a conferência é organizada em conjunto pela Comissão Económica das Nações Unidas para África, Banco Africano de Desenvolvimento e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sendo a principal reunião económica anual do continente.

"Financiar o desenvolvimento de África no pós-covid-19" é o tema da conferência, cuja cerimónia de abertura, no Sal, a partir das 07:30 locais (08:30 em Lisboa) será feita hoje pelo Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves.

"Este ano, a conferência visa criar um espaço para uma conversa franca sobre como explorar novos caminhos para financiar o desenvolvimento pós-covid-19 do continente africano", referiu fonte da organização.

Ao longo dos três dias da conferência, está prevista a intervenção de chefes de Estado, ministros, líderes do setor privado, atores do desenvolvimento e académicos africanos, que "discutirão opções inovadoras e sustentáveis para financiar o desenvolvimento no continente".

"Estes irão abordar e debater a reinvenção do financiamento do desenvolvimento, discutir a reforma dos sistemas financeiros africanos para enfrentar os desafios do desenvolvimento e questionar se a África estará à beira de uma nova crise da dívida", refere a mesma fonte.

O programa da conferência prevê ainda esta manhã uma mesa-redonda em que participam, além do Presidente cabo-verdiano, os ministros das Finanças da República Democrática do Congo, Nicolas Kazadi, da Tanzânia, Mwigulu Lameck Nchemba Madelu, e do Quénia, Ukur Yatani.

Leia Também: Guterres critica comunidade internacional pelo tratamento dado a África

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório