Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
14º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

CEO da Moderna alerta para vacinas menos eficazes contra Ómicron

Stéphane Bancel afirma que falou com vários cientistas que "dizem que isto não é bom”.

CEO da Moderna alerta para vacinas menos eficazes contra Ómicron

O diretor executivo da Moderna, Stéphane Bancel, alertou esta terça-feira para o perigo da variante Ómicron, afirmando que as vacinas "serão menos eficazes contra a variante". 

O CEO diz, em entrevista ao Financial Times, que as vacinas terão de ser modificadas no próximo ano e que falou com vários cientistas que "dizem que isto não é bom”. 

O alerta de Bancel contrasta com a opinião da Pfizer e do presidente dos EUA, Joe Biden, sobre a eficácia das vacinas atuais. 

A Moderna aguarda por dados concretos, mas, segundo disse no domingo, se for necessário o desenvolvimento de uma nova vacina adaptada à variante Ómicron esta só estará disponível no início de 2022.

Desde que a nova variante foi identificada na semana passada, que os principais fabricantes de vacinas contra a Covid-19, incluindo a Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson com sede nos EUA, começaram a testar a eficácia dos seus produtos contra a Ómicron.

A Pfizer e o seu parceiro alemão BioNTech disseram na sexta-feira que já estavam a testar a variante para determinar se a sua vacina (uma das mais utilizadas nos EUA e nos países europeus) pode precisar de alguns "afinamentos".

Na origem da preocupação geral das farmacêuticas e produtoras de vacinas está a quantidade de mutações da proteína spike que esta variante possui. 

Leia Também: AO MINUTO: Farmácias asseguram testes; Desenvolvida vacina contra Ómicron

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Campo obrigatório