Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Cuba. Milhares nas ruas para assinalar marco da luta pela independência

Milhares de jovens cubanos marcharam hoje em Havana para assinalar, à semelhança de outros anos, o fuzilamento há 150 anos de oito estudantes de Medicina, um marco na luta da independência de Cuba.

Cuba. Milhares nas ruas para assinalar marco da luta pela independência
Notícias ao Minuto

21:24 - 27/11/21 por Lusa

Mundo Cuba

A marcha, que percorreu várias ruas da capital cubana e terminou no monumento dedicado aos estudantes fuzilados em 27 de novembro de 1871, teve a participação do Presidente do país, Miguel Díaz-Canel, que, em declarações na rede social Twitter, evocou o "atroz crime" de "oito jovens inocentes", acusados à época de profanar a sepultura de um jornalista espanhol.

O acontecimento é considerado um dos piores crimes da época colonial e ocorreu quando as regiões do Centro e Leste de Cuba viviam a Guerra dos Dez Anos (1868-1878), a primeira das etapas da insurreição contra o domínio espanhol.

Hoje, no primeiro aniversário da concentração pacífica de mais de 300 artistas e intelectuais cubanos em Havana, para exigir o fim da censura e da repressão, a administração norte-americana lamentou que o regime cubano "tenha reafirmado a sua determinação em silenciar artistas, ativistas e jornalistas independentes".

"Após a concentração histórica em frente ao Ministério da Cultura, no ano passado, os cubanos pediram repetidamente ao seu Governo liberdades fundamentais, democracia e respeito pelos direitos humanos", assinalou em comunicado o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, criticando que, "em cada ocasião, o regime [cubano] desperdiçou a oportunidade de diálogo".

Tanto a concentração, como a reunião que se seguiu entre artistas e Governo, que culminou com um pré-acordo de diálogo, marcaram um precedente histórico em Cuba, onde não existe o direito à manifestação e as instituições raras vezes aceitam dialogar com grupos independentes da sociedade civil.

Leia Também: Cuba inaugura centro com obra e pensamento de Fidel Castro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Campo obrigatório