Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 26º

Cabo Verde aprova plano para retoma das atividades desportivas

O Governo cabo-verdiano aprovou um plano para a retoma das atividades desportivas após as limitações impostas pela pandemia de covid-19, orçado em 408 mil euros, apoiando os clubes inscritos nas competições oficiais, foi hoje anunciado.

Cabo Verde aprova plano para retoma das atividades desportivas
Notícias ao Minuto

19:33 - 26/11/21 por Lusa

Mundo Covid-19

De acordo com informação publicada no Boletim Oficial, foi criado o Programa Alargado de Retoma Desportiva Nacional, orçado em 45 milhões de escudos (408 mil euros), a ser gerido pelo Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ).

"Este orçamente é destinado aos clubes desportivos oficiais inscritos nas competições oficiais das associações regionais desportivas para a época desportiva 2021/2022, filiadas nas federações desportivas de modalidades coletivas dotadas de utilidade pública desportiva", explicou o documento.

Conforme a mesma fonte, o programa tem por finalidade apoiar os clubes inscritos nas competições oficiais para a época desportiva 2021/2022, visto que as atividades e competições na época 2019/2020 foram suspensas devido à pandemia de covid-19 no país.

O documento indica ainda que no âmbito do programa serão também apoiadas as associações regionais desportivas das modalidades individuais, que estejam filiadas nas respetivas federações desportivas detentoras do estatuto de utilidade pública desportiva, e que não retomaram a atividade desportiva na época 2020/2021.

Desde 28 de outubro que Cabo Verde passou de contingência à situação de alerta devido à covid-19, deixando de ser obrigatório o uso de máscara na via pública, avançando ainda o relaxamento de várias medidas, como reabertura de discotecas.

Com a entrada do país em situação de alerta, foi permitido o funcionamento de estabelecimentos de atividade de dança, o levantamento de limitação de lotação em eventos culturais, desportivos, artísticos, recreativos e de lazer, desde que realizados em recintos e espaços com controlo de entradas.

O acesso aos espaços é, no entanto, condicionado à apresentação de certificado covid de vacinação, com o esquema vacinal completo.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o arquipélago soma 349 óbitos por complicações associadas à covid-19 e registou um total de 38.353 casos confirmados da doença, tendo 37.931 sido dados como recuperados.

Até 14 de novembro, segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, Cabo Verde já tinha recebido 715.150 doses de vacinas contra a covid-19 e tinha aplicado, dessas, 75,5%, tendo o Governo assumido, na proposta do Orçamento para o próximo ano, a meta de vacinar pelo menos 90% da população em 2022.

O ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, avançou hoje no parlamento que o país está quase a atingir uma taxa de 70% com a segunda dose e em dezembro vai avançar coma terceira dose de vacinação à população acima de 60 anos e grupos de risco e jovens com idade entre os 12 e os 18 anos.

Leia Também: ONG portuguesa ajuda agricultores de Cabo Verde nas alterações climáticas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório