Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Roma. Milhares de taxistas na rua contra plataformas de transporte

Em Itália, vários taxistas decidiram ontem ir para a rua protestar contra as condições privilegiadas das plataformas digitais de transporte. Só em Roma foram 3.000.

Notícias ao Minuto

08:40 - 25/11/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Táxis

Não só na capital italiana, mas também em outras cidades do país, os taxistas saíram à rua para protestar contra o projeto de lei da concorrência que, segundo eles, desregula o setor a favor de multinacionais como a Uber e outras empresas de transporte.

Segundo os 23 sindicatos que organizaram a manifestação, ontem, “não se pode desestabilizar um serviço público, concebido e regulado para garantir um direito fundamental como o da mobilidade, em nome de um algoritmo que eleva os preços das viagens com base numa lógica mercado, deixando uma percentagem de 25% para as empresas que quase não pagam impostos em Itália", dizem as organizações sindicais.

O protesto foi decidido há poucas semanas numa reunião em videochamada que durou mais de três horas. Nessa videochamada, estavam presentes os 23 sindicatos que, na altura, pediram essencialmente ao governo "a regulamentação das apps”.

No manifesto publicado no Facebook do principal sindicato de taxistas a 'UGL-Taxi', pedia-se aos políticos que "assumissem as suas responsabilidades" e finalmente  efetuassem a "regulação de todas as plataformas tecnológicas".

As imagens da galeria acima são de Roma, onde os protestos foram mais intensos juntando muitas pessoas na rua, numa altura em que os casos de Covid-19 preocupam cada vez mais a Europa.

Entre a Piazza della Repubblica, que foi fechada ao tráfego para a ocasião, e a Piazza Madonna di Loreto, podem ver-se slogans, faixas de protesto e bombas de fumo no ar. Segundo a polícia italiana, o protesto reuniu cerca de 3.000 pessoas.

Também tiveram lugar manifestações em Turim, Milão e Cagliari, entre outras cidades italianas. 

Leia Também: Pelo menos 21 detidos após 4.ª noite de protestos nos Países Baixos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório