Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Edição

Congresso brasileiro homenageia Jair Bolsonaro e o Papa Francisco

A Câmara dos Deputados do Brasil homenageou hoje diversas personalidades do país e do mundo, entre as quais o Presidente Jair Bolsonaro e o Papa Francisco, a quem concedeu a medalha do Mérito Legislativo 2021.

Congresso brasileiro homenageia Jair Bolsonaro e o Papa Francisco
Notícias ao Minuto

16:40 - 24/11/21 por Lusa

Mundo Brasil

Bolsonaro e o Papa Francisco foram incluídos numa lista de 30 personalidades reconhecidas pelos "relevantes serviços prestados ao poder legislativo" ou pela sua influência no país, que foi o critério aplicado no caso do líder da Igreja Católica.

O Presidente brasileiro recebeu a medalha no meio dos gritos de 'genocida' entoado por grupos da oposição, que o culpam por boa parte das 613 mil mortes causadas pela pandemia de covid-19 no país.

Já os apoiantes de Jair Bolsonaro responderam gritando a palavra 'mito' que é como os seguidores cumprimentam o Presidente.  

O chefe do executivo brasileiro também ouviu críticas da deputada Marília Arraes, do Partido dos Trabalhadores (PT), força liderada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, maior antagonista político de Bolsonaro e favorito para as eleições presidenciais de 2022.

"Nem sempre aqueles que se dizem representantes do povo se comportam dessa forma e muitas vezes as mesmas pessoas não se comportam de forma democrática e se levantam contra a própria democracia incentivada por lideranças populistas e autoritárias", disse Arrais, em clara alusão a Bolsonaro e os movimentos de extrema-direita que o apoiam.

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, fez referência à virulência da pandemia no Brasil, mas evitou criticar a gestão governamental da crise, que foi investigada por uma comissão do Senado que acusou Bolsonaro de praticar crimes contra a humanidade e outras violações graves.

Segundo Lira, o Brasil "vive um de seus momentos mais desafiadores, com uma pandemia, mortes, desemprego e inflação", que configuram "uma tempestade perfeita" diante da qual o parlamento "age com firmeza e determinação".

Ao agradecer o reconhecimento, num discurso breve e em tom conciliador, Jair Bolsonaro disse que é possível "pensar num país melhor" se as suas autoridades estiverem "perfeitamente afinadas".

No entanto, Bolsonaro retirou-se da homenagem parlamentar antes do final da cerimónia, o que foi justificado por fontes oficiais como "problemas de agenda".

A medalha do Mérito Legislativo foi criada em 1983, e é concedida a pessoas e entidades que prestaram serviços relevantes ao poder legislativo ou ao Brasil.

Leia Também: Prorrogado inquérito a alegada prevaricação de Bolsonaro no caso Covaxin

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório