Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

EUA vão retirar ex-guerrilha colombiana FARC da lista negra do terrorismo

O Governo norte-americano vai retirar os ex-guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) da lista negra de organizações terroristas estrangeiras, segundo fonte do Congresso dos Estados Unidos.

EUA vão retirar ex-guerrilha colombiana FARC da lista negra do terrorismo
Notícias ao Minuto

22:36 - 23/11/21 por Lusa

Mundo EUA

"Posso confirmar que o Governo enviou hoje [terça-feira] uma notificação ao Congresso a informar a retirada das FARC da lista de organizações terroristas", destacou a fonte parlamentar norte-americana à agência AFP.

Esta decisão surge na véspera do quinto aniversário da assinatura do acordo de paz que terminou com a guerra na Colômbia.

O porta-voz da diplomacia norte-americana, Ned Price, tinha apenas adiantado anteriormente que seria divulgada uma "nota sobre os próximos passos" dados por Washington relativamente às FARC.

Esta guerrilha marxista integra desde 1997 a lista negra dos Estados Unidos, que permite aplicar sanções financeiras e diplomáticas contra certos grupos e os seus membros.

Em 24 de novembro de 2016, as FARC assinaram um acordo de paz com o então presidente colombiano, Juan Manuel Santos, na sequência de negociações que decorreram em Cuba.

Considerada a guerrilha mais poderosa da América Latina, com 13 mil combatentes, as FARC têm vindo a desmembrar-se, embora a paz continue frágil naquele país, que está ainda dividido e sujeito à violência.

Os antigos combatentes formaram um partido político -- Comunes -- que não tem expressão até agora.

"O processo de paz e a assinatura do acordo há cinco anos representaram uma verdadeira viragem para o longo conflito colombiano", tinha destacado o porta-voz da diplomacia norte-americana.

Ned Price salientou que o acordo "encerrou cinco décadas de conflito" e permitiu colocar a Colômbia "no caminho de uma paz justa e duradoura".

"Fizemos tudo para a preservar. Continuamos totalmente comprometidos em trabalhar com os parceiros colombianos na implementação do acordo de paz", garantiu.

Leia Também: EUA. Julgamento de Alex Saab começa em 3 de janeiro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório