Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Natal? Alemães aproveitam o mercado de Alexanderplatz, mas de máscara

A quarta vaga de infeções chegou em força à Alemanha e o governo impôs fortes restrições nos espaços públicos para convencer aqueles que ainda não se tinham vacinado a fazê-lo. Com a aproximação do Natal, e estas novas medidas, alguns mercados de Natal não puderam abrir em regiões específicas da Alemanha. No entanto, isso não aconteceu no famoso mercado de natal de Alexanderplatz, no centro de Berlim.

O Mercado de Natal na Alexanderplatz é um dos mais movimentados de Berlim. Os vendedores comercializam artesanato tradicional, produtos de Natal e comida típica alemã, em mais de 100 barracas típicas alemãs.

Em Estados como a Bavária e Saxónia, os mercados de Natal foram proibidos e introduzidas restrições num esforço para controlar a propagação de infeções. Porém, este mercado no centro de Berlim recebeu 'luz verde' para funcionar, ainda que seja exclusivo a pessoas vacinadas. Além disso, o uso de máscara é obrigatório em todo o recinto do mercado.

A Alemanha somou, esta terça-feira, mais 45.326 casos de Covid-19 e 309 mortos registando uma subida diária de casos que preocupa muito o governo.

Tendo em conta esta subida de contágios, Angela Merkel e os líderes dos Estados alemães decidiram proibir as pessoas não vacinadas de aceder a locais públicos assim que o número de hospitalizações por Covid-19 ultrapassar os três doentes por 100.000 habitantes, que é o caso em 12 dos 16 Estados alemães neste momento.

Os responsáveis decidiram ainda um regresso ao teletrabalho sempre que possível, bem como tornar obrigatória a apresentação do certificado Covid para entrar nos transportes públicos e nos locais de trabalho e em eventos no geral.

Para proteger os mais vulneráveis, foi ainda anunciada a criação de medidas para permitir a vacinação de todos os funcionários de lares de idosos e de hospitais.

Na Alemanha, apenas 67,9% da população está totalmente vacinada, de acordo com os últimos dados oficiais, o que contrasta negativamente com países como Portugal que regista 86% de população vacinada no último relatório de vacinação divulgado pela DGS.

A abertura de um mercado na região de Berlim é apenas possível porque nesta região o número de infeções o permite. No entanto, à entrada, os certificados de vacinação são verificados e o uso de máscara nunca pode ser esquecido em toda e qualquer atração do mercado como a roda gigante ou o carrossel.

Leia Também: Alemanha soma mais 45.326 casos e 309 mortos por Covid-19

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório