Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 32º

Lukashenko ordena que Defesa e KGB garantam segurança na fronteira

Presidente da Bielorrússia pediu às forças de segurança que vigiem os movimentos das tropas da NATO e da Polónia.

Lukashenko ordena que Defesa e KGB garantam segurança na fronteira
Notícias ao Minuto

10:20 - 11/11/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Bielorrússia

O presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, ordenou esta quinta-feira ao Ministério da Defesa e ao KGB que vigiem os movimentos das tropas da NATO e da Polónia na fronteira com aquele país.

Mais de dois mil migrantes sem documentos concentram-se na fronteira entre a Bielorússia e a Polónia.

"O Ministério da Defesa, o KGB e as tropas de fronteira [devem] garantir o controle sobre o movimento das tropas da NATO e da Polónia", ordenou Lukashenko em reunião com membros do Conselho de Ministros, segundo a agência oficial BELTA.

A ordem de Lukashenko surge após o agravamento da crise registado no início desta semana entre a Bielorrússia, União Europeia, e Polónia, devido à chegada de milhares de migrantes e refugiados, a maioria cidadãos curdos provenientes da Síria e do Iraque, a território polaco.

Os grupos de refugiados foram acompanhados pelas forças de segurança da Bielorrússia até à zona de fronteira com a Polónia.

Desde o início do ano que se multiplicam as entradas irregulares de migrantes na Letónia, Lituânia e Polónia através da Bielorrússia.

Para a União Europeia trata-se de um plano de Minsk para desestabilizar o bloco europeu por causa das sanções ocidentais contra as eleições presidenciais fraudulentas na Bielorrússia e pela aterragem forçada de um avião comercial em Minsk para a detenção de um dissidente político.

Leia Também: Minsk felicita polacos pelo Dia da Independência

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório