Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2022
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 16º

Irão aponta EUA e Israel como autores do ciberataque a postos de gasolina

O Irão apontou os Estados Unidos e Israel como os presumíveis autores do ciberataque que paralisou os postos de gasolina do país, na terça-feira, avançou hoje a imprensa iraniana.

Irão aponta EUA e Israel como autores do ciberataque a postos de gasolina

"Do nosso ponto de vista, este ataque foi definitivamente executado pelos americanos e sionistas [como o regime iraniano descreve Israel]", disse o chefe da Organização de Defesa Civil, Gholamreza Jalali, citado pela agência EFE.

O responsável de um dos órgãos responsáveis pela cibersegurança do país persa descreveu a paralisação dos postos de gasolina como um "grave ataque à infraestrutura do país" e indicou que a investigação ao sucedido ainda está em curso.

O ataque paralisou os postos de gasolina do país ao desativar o sistema digital de compra de combustível subsidiado, causando longas filas nos postos de abastecimento de combustível.

No Irão, os condutores têm um cartão para aceder a gasolina subsidiada, um sistema que ficou bloqueado com o ataque, bem como a compra de combustível não subsidiado.

Cinco dias após o ataque, apenas metade dos cerca de 4.000 postos de gasolina iranianos foram novamente ligados ao sistema de subsídios, de acordo com o Ministério do Petróleo do país.

Este é o mais recente ataque contra a infraestrutura iraniana, que tem sofrido vários do mesmo género nos últimos anos, incluindo também uma série de explosões e incêndios em instalações vitais do país, como a base militar de Parchín, uma planta petroquímica e uma usina elétrica.

Leia Também: Ciberataque de "piratas iranianos" contra 'site' israelita

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório