Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Pandemia já matou pelo menos 4.952.390 pessoas no mundo

A pandemia de covid-19 matou, até hoje, pelo menos 4.952.390 pessoas em todo o mundo desde o final de dezembro de 2019, segundo um balanço realizado pela agência de notícias francesa AFP com base em fontes oficiais.

Pandemia já matou pelo menos 4.952.390 pessoas no mundo
Notícias ao Minuto

12:12 - 26/10/21 por Lusa

Mundo Covid-19

No total, 243.972.710 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia.

Estes valores têm como base os balanços comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país, mas excluem as revisões realizadas por alguns organismos responsáveis por estatísticas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima, tendo em conta a mortalidade direta e indireta relacionada com o covid-19, que o balanço da pandemia pode ser duas ou três vezes superior ao que é oficialmente recenseado.

Uma grande parte dos casos menos graves ou assintomáticos continuam por detetar, apesar da intensificação dos processos de despistagem adotados em vários países.

Nas últimas 24 horas registaram-se mais 6.060 mortes e 385.676 novos casos de covid-19 em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de mortes nos seus levantamentos mais recentes são os Estados Unidos, com 1.371 novas mortes, Rússia (1.106) e Ucrânia (734).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 737.316 mortes para 45.545.583 casos, de acordo com o levantamento mais recente realizado pela Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 605.804 mortes e 21.735.560 casos, a Índia com 455.068 mortes (34.202.202 casos), o México com 286.496 mortes (3.784.448 casos) e a Rússia com 232.775 mortos (8.316.019 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 607 mortes por 100.000 habitantes, seguido pela Bósnia-Herzegovina (347), Macedónia do Norte (339), Bulgária (332), Montenegro (330) e Hungria (316).

A América Latina e Caraíbas totalizaram até hoje 1.515.695 mortes para 45.754.384 casos, a Europa 1.379.401 mortes (72.857.142 casos), a Ásia 864.488 mortes (55.552.795 casos), os Estados Unidos e Canadá 766.071 mortes (47.244.449 casos), a África 217.101 mortes (8.444.562 casos), o Médio Oriente 206.950 mortes (13.843.796 casos) e a Oceânia 2.684 mortes (245.582 casos).

Esta contagem foi realizada com base em dados recolhidos pelas delegações da France-Presse junto de autoridades nacionais de cada país e informações da OMS.

Devido a correções ou publicação tardias dos dados, os números do aumento em 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Leia Também: AO MINUTO: Casos em Portugal são todos Delta; China confina cidade

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório