Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Assistente que entregou arma a Baldwin com história de práticas inseguras

Soube-se este domingo que foi Dave Halls, assistente de realização, quem entregou a arma carregada ao ator Alec Baldwin, dando-lhe a indicação errada de que esta estava descarregada.

Assistente que entregou arma a Baldwin com história de práticas inseguras

Dave Halls, o assistente de realização que estava no 'set' de 'Rust', onde o ator Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora de fotografia Halyna Hutchins e feriu o realizador Joel Souza, já tinha um historial de permissão de práticas inseguras no local das produções, indicou Maggie Goll, que faz adereços para produções cinematográficas e que trabalhou anteriormente com aquele profissional. 

De acordo com registos das autoridades, cita a NBC News, foi Halls quem entregou a arma a Baldwin antes do tiroteio fatal, no Bonanza Ranch, no estado norte-americano do Novo México. O assistente gritou 'cold gun', uma indicação (incorreta) de que a arma não estava carregada. 

Ao mesmo canal, através de um comunicado, Maggie Goll, que trabalhou com Dave Halls em 'Into the Dark', uma produção da Hulu, em fevereiro de 2019, indicou que, inicialmente, este parecia "um assistente de direção mais velho e afável, com a habitual série de idiossincrasias". 

Mas, rapidamente, "essa fachada desapareceu". "Ele não manteve um ambiente de trabalho seguro. Permitiu que os 'sets' se tornassem claustrofóbicos, sem saídas de incêndio definidas, saídas bloqueadas... as reuniões de segurança eram inexistentes", assinalou ainda a profissional. 

Já a CNN revela que uma fonte indicou ao canal que havia pessoas nos elencos das produções em que Dave Halls era assistente que se queixavam de um alegado assédio, devido a toques "nas costas, cintura e ombros". 

Recorde-se que sete pessoas que trabalhavam no filme demitiram-se antes deste incidente invocando, entre outras, questões de segurança, noticiou a agência de notícias Associated Press. Também os jornais norte-americanos Los Angeles Times e The New York Times noticiaram que dias antes do incidente fatal, Baldwin já tinha feito dois disparos com balas reais, acidentalmente, por ter usado uma arma que lhe tinham dito que não estava carregada com munições.

Não se sabe quantos cartuchos foram disparados

A arma disparada era uma de três colocadas num carrinho de adereços, de onde foi retirada por Halls, que a entregou a Baldwin sem saber que estava carregada com cartuchos verdadeiros, segundo os registos da investigação.

Não há ainda certezas sobre quantos cartuchos foram disparados e um invólucro foi retirado da arma depois do acidente pela responsável pelo armeiro no local de rodagem, Hannah Gutierrez. A arma foi entregue à polícia quando chegou ao local.

A agência de notícias AFP escreveu hoje que a investigação está centrada no papel de Hannah Gutierrez, a quem coube preparar as armas para serem usadas no filme, e em Dave Halls.

Não foi feita qualquer detenção ou acusação, disse um porta-voz policial citado pela AFP.

Outros acidentes como este, envolvendo balas reais em filmagens, ocorreram no passado e um deles acabou mesmo na morte do ator Brandon Lee, em 1993.

Leia Também: Pelo menos dois disparos acidentais antes de incidente fatal em filme

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório