Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

EUA transferem autorização de vistos a cidadãos russos para Varsóvia

Os Estados Unidos deixaram de emitir vistos de imigração para russos em Moscovo, passando a fazê-lo apenas em Varsóvia, na Polónia, depois de o Governo russo ter proibido cidadãos russos de trabalharem no consulado norte-americano.

EUA transferem autorização de vistos a cidadãos russos para Varsóvia
Notícias ao Minuto

20:17 - 24/10/21 por Lusa

Mundo EUA

A diplomacia dos Estados Unidos justificou hoje a mudança do consulado com as restrições impostas pelas autoridades russas, que consideram "uma humilhação próxima do sadismo".

"Deixámos de dar aprovações para vistos de imigração a cidadãos russos em Moscovo", avançou um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, acrescentando que as reuniões de avaliação passaram a ser realizadas na embaixada dos Estados Unidos em Varsóvia.

No site do Departamento de Estado, a Rússia foi adicionada à lista de países "onde os Estados Unidos não têm representação consular ou onde a situação política ou de segurança é suficientemente precária ou incerta para que funcionários consulares possam considerar" pedidos de visto.

Os restantes cerca de 10 países na lista incluem Estados em guerra ou inimigos de Washington, como Cuba, Irão, Venezuela ou Síria.

"Estamos cientes de que esta é uma mudança importante para os requerentes de vistos", admitiu o porta-voz, pedindo aos cidadãos que queiram pedir o documento que não viajem para a Polónia sem ter marcação confirmada.

"A decisão do Governo russo de proibir os Estados Unidos de empregar" pessoal russo ou de países terceiros levou a esta decisão, justificou Washington, acrescentando que a situação "afeta seriamente" a "capacidade de fornecer serviços consulares", já que a embaixada dos Estados Unidos teve de dispensar dezenas de funcionários locais.

"O número de funcionários consulares na Rússia, que passou a ser extremamente limitado, não nos permite garantir vistos de rotina ou serviços de assistência aos cidadãos norte-americanos", disse o porta-voz do Departamento de Estado.

A emissão de vistos regulares de trabalho já tinha sido suspensa em maio, por motivos semelhantes, mas Washington tinha alertado, no verão, que a adoção de outras medidas era uma possibilidade caso a situação se mantivesse. Agora, a embaixada dos Estados Unidos em Moscovo passa a fornecer apenas "vistos diplomáticos ou oficiais".

As autoridades norte-americanas "destruíram" o seu sistema consular na Rússia e "transformaram um procedimento técnico banal para o século XXI num verdadeiro inferno", lamentou hoje a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, na rede de mensagens Telegram, evocando "uma humilhação próxima do sadismo"

Várias séries de expulsões de diplomatas entre os dois países rivais afetaram seriamente o funcionamento das respetivas embaixadas e consulados nos últimos anos.

A questão foi um dos principais temas debatidos durante a visita à Rússia, há duas semanas, da número três da diplomacia norte-americana, Victoria Nuland, embora não se tenha conseguido chegar a uma solução.

Leia Também: Jesuítas dizem aguardar autorização para trazer 190 afegãos para Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório