Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Milionário acusado de matar mulher após condenação por homicídio de amiga

Autoridades acreditam que Susan Berman sabia da morte de Kathie Durst. Quando decidiu contar à polícia, Robert Durst assassinou-a com um tiro na nuca.

Milionário acusado de matar mulher após condenação por homicídio de amiga

O milionário Robert Durst, condenado a prisão perpétua pelo homicídio da melhor amiga, foi agora acusado da morte da mulher, desaparecida em 1982.

De acordo com os meios de comunicação social norte-americanos, foi um polícia que apresentou queixa, esta terça-feira, num tribunal de Nova Iorque, contra o idoso, de 78 anos. O investigador acusa a estrela do documentário ‘The Jinx’ de assassinato em segundo grau de Kathie Durst.

As autoridades desconfiam que Susan Berman, a melhor amiga de Robert, sabia do homicídio de Kathie e ajudou mesmo a encobri-lo.

Já em 2000, quando Susan se preparava para confessar o crime às autoridades, o empresário do ramo imobiliário decidiu impedi-la com um tiro na nuca.

Recorde-se que Robert Durst, que sofre de cancro e desloca-se em cadeira de rodas, foi condenado a prisão perpétua, a semana passada, seis anos depois de ter confessado, no documentário ‘The Jinx’, da HBO, que matou várias pessoas. Já em tribunal, sempre negou ter matado Susan.

Esta semana, o advogado revelou aos meios de comunicação social que o seu cliente está ligado a um ventilador, depois de ter contraído Covid-19.

Leia Também: Milionário Robert Durst condenado a perpétua por matar melhor amiga

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório