Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Rússia regista novos máximos em 24h: Mais de 37 mil casos e 1.064 mortes

Moscovo, a capital, continua a registar o maior número de novas infeções e de mortes.

Rússia regista novos máximos em 24h: Mais de 37 mil casos e 1.064 mortes

As autoridades russas notificaram esta sexta-feira novos máximos de casos e mortes diárias devido ao novo coronavírus. Em apenas um dia, foram diagnosticados 37.141 contágios, sendo a primeira vez que é ultrapassada a marca dos 37 mil casos em 24 horas. 

Desde ontem, o país registou 1.064 mortes. Com estes dados, os totais acumulados passam a fixar-se em 8.168.305 infeções e 228.453 óbitos. 

Moscovo, a capital, continua a registar o maior número de novas infeções e de mortes: 8.166 e 79, respetivamente. Segue-se São Petersburgo, que confirmou 3.233 infeções e 67 mortes, de acordo com a agência de notícias Sputnik. 

A Rússia tem vindo a registar novos máximos diariamente. Ontem, dia em que foram reportados 1.036 mortes e 36.339 casos de Covid-19, o país anunciou novas medidas para conter a propagação do vírus. A capital ordenou o encerramento de todos os serviços não essenciais durante dez dias, a partir de 28 de outubro. 

O organismo oficial russo Rospotrebnadzor informou esta quinta-feira que a nova subvariante da variante Delta (AY.4.2)  pode vir a "substituir" a variante inicial.

Kamil Khafizov, especialista do organismo russo, disse à agência Interfax que a vacina desenvolvida na Rússia contra o novo coronavírus é igualmente eficaz contra a nova subvariante.

Na terça-feira, as autoridades já tinham ordenado o regresso ao teletrabalho a pelo menos 30% dos trabalhadores não vacinados contra a Covid-19 e decretaram medidas de contingência a pessoas com mais de 60 anos e que vão manter-se em vigor até fevereiro de 2022.

Importa salientar que a Europa enfrenta uma nova vaga de infeções, obrigando os governos a reimpor restrições. 

Leia Também: AO MINUTO: Vírus vai-se "propagar mais"; Jornada em memória das vítimas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório