Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Southend promovida a cidade em homenagem a deputado britânico esfaqueado 

A vila de Southend, no sul de Inglaterra, vai receber o estatuto de cidade em homenagem a David Amess, o que morreu esfaqueado na sexta-feira, anunciou hoje o primeiro-ministro, Boris Johnson, durante uma sessão especial no Parlamento.

Southend promovida a cidade em homenagem a deputado britânico esfaqueado 

"Como faz pouco tempo desde que Sir David me apresentou essa proposta nesta Câmara [dos Comuns], tenho o prazer de anunciar que Sua Majestade [a rainha Isabel II} concordou que Southend receba o estatuto de cidade", disse.

A decisão foi recebida com aplausos de todas as bancadas parlamentares, que hoje prestaram tributo ao deputado de 69 anos que fazia campanha pela promoção de Southend, a qual representava no Parlamento pelo Partido Conservador, há mais de 20 anos. 

Southend-on-Sea, conhecida por Southend, situa-se na costa a cerca de 70 quilómetros a leste de Londres e tem cerca de 180.000 habitantes.

David Amess, pai de cinco filhos, foi morto num ataque de arma branca na sexta-feira enquanto recebia eleitores numa igreja metodista em Leigh-on-Sea. 

O suspeito de 25 anos, que foi detido no local, é um britânico de origem somaliana que teria sido assinalado como extremista islâmico, tendo a polícia considerado este um incidente terrorista. 

Além de um minuto de silêncio esta tarde, vários deputados tiveram ocasião de dar os seus testemunhos, incluindo Johnson, que destacou o seu trabalho como parlamentar no apoio aos seus eleitores e respetivas causas. 

Nos últimos dias ficou evidente o seu impacto em legislação que resultou num subsídio para os idosos poderem ter aquecimento no inverno, na proteção de animais e em melhor segurança de edifícios contra o risco de incêndios. 

"O facto de Sir David ter passado quase 40 anos nesta Câmara, mas nenhum dia num cargo ministerial, diz tudo sobre onde estavam suas prioridades", enalteceu Johnson. 

O líder do principal partido da oposição, o trabalhista Keir Starmer, também saudou o opositor político pelo civismo com que defendia as suas convicções. 

"Hoje é uma oportunidade de recordar o David, mas nas próximas semanas e dias devemos confrontar a as ameaças e violência que todos enfrentam neste país na defesa da democracia", afirmou.  

As medidas de segurança aos deputados estão a ser revistas, pois acontece cinco anos após o homicídio Jo Cox, deputada do Partido Trabalhista assassinada por um militante de extrema-direita em 2016. 

Dois outros deputados, o Liberal Democrata Nigel Jones, em 2000, e o trabalhista Stephen Timms, em 2010, foram vítimas de ataques com facas, tendo ambos sobrevivido, embora um assessor de Jones tenha morrido ao tentar protegê-lo. 

Após a sessão na Câmara dos Comuns, realiza-se esta tarde na Abadia de Westminster uma missa de homenagem a David Amess. 

Leia Também: Parlamento britânico cumpre minuto de silêncio em memória de David Amess

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório