Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 22º

AO MINUTO: "Mundo não foi capaz de se juntar" no combate à Covid-19

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: "Mundo não foi capaz de se juntar" no combate à Covid-19
Notícias ao Minuto

08:00 - 07/10/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

O primeiro-ministro participa, esta quinta-feira, em mais um debate parlamentar sobre política geral, que ocorre quatro dias antes da apresentação do Orçamento do Estado para 2022 e onde se espera um discurso centrado na recuperação económica do país pós-pandemia de Covid-19. O debate acontece uma semana depois da controvérsia em torno da intenção do ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, de exonerar o chefe de Estado Maior da Armada, Mendes Calado, substituindo-o pelo vice-almirante Gouveia e Melo - um processo que foi travado pelo Presidente da República.

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) decidiu hoje e por unanimidade demitir o juiz negacionista Rui Fonseca e Castro, que se encontrava suspenso preventivamente desde março deste ano. O magistrado, recorde-se, ficou conhecido por declarações negacionistas sobre o uso de máscaras e o confinamento no âmbito da pandemia.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h10 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

00h02 - Pandemia provoca aumento de mais de 25% de casos de depressão e ansiedade

A pandemia da Covid-19 provocou um aumento de mais de 25% dos casos de depressão e de ansiedade no mundo em 2020, afetando sobretudo mulheres e jovens, estima um estudo hoje divulgado.

23h28 - Antivacinas na Guatemala atacaram enfermeiros que iam administrar doses

Os habitantes antivacinas de uma aldeia numa região rural da Guatemala atacaram um grupo de enfermeiros que iam administrar vacinas contra a Covid-19. Os residentes da aldeia destruíram ainda cerca de 50 doses das vacinas.

23h04 - Guterres diz que "mundo não foi capaz de se juntar" no combate à Covid-19

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse hoje que "o mundo não foi capaz de se juntar" no combate à pandemia da Covid-19, alertando que seria "estúpido" não vacinar todos os países, porque, sustentou, o vírus "propaga-se a grande velocidade". 

"Aqueles [países] que têm poder deveriam juntar-se para resolver este drama mundial terrível. Isso não aconteceu, continua cada um a agir por si. Tivemos o açambarcamento das vacinas, depois tivemos o nacionalismo das vacinas, agora temos a diplomacia das vacinas, mas a verdade é que o mundo não foi capaz de se juntar", realçou António Guterres, em entrevista à RTP, falando sobre uma nova Estratégia de Vacinação Global contra a Covid-19 para vacinar 40% da população em todos os países até final do ano.

Questionado sobre a influência dos negacionistas no processo de vacinação, o dirigente da ONU considerou ser "uma ameaça", reforçando que "há alguns responsáveis políticos que têm contribuído" para desinformação.

"[...] No meu ponto de vista, é lamentável. Na medida em que nós vemos que quando todos os políticos de um país se unem, quando todos os meios de comunicação essenciais de um país se unem a vacinação é um êxito. O caso de Portugal é caso exemplar nesse ponto de vista", observou.

22h56 - Brasil regista mais 451 óbitos e está à beira de atingir os 600 mil

O Brasil somou 15.726 novos casos de contágio e 451 mortes nas últimas 24 horas, segundo os dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS). O país está perto de atingir a marca dos 600 mil óbitos - nesta altura perfaz 599.810 vítimas mortais. O Brasil regista ainda 21.532.558 casos confirmados. 

A incidência de casos e de óbitos situa-se em 10.246,4 casos e 285,4 óbitos por 100 mil habitantes. 

22h31 - Associação de discotecas diz que "maioria das empresas foram apoiadas"

O presidente da Associação Nacional de Discotecas (AND), João Gouveia, afirmou hoje que a grande maioria das empresas foram apoiadas, sendo que na sexta-feira faz precisamente 19 meses que as discotecas fecharam devido à Covid-19.

21h02 - Cabo Verde fora da 'lista vermelha' da Inglaterra a partir de 11 de outubro

Cabo Verde vai sair a partir de 11 de outubro da 'lista vermelha' de países para os quais a Inglaterra proíbe viagens devido ao nível de risco do novo coronavírus, segundo informação do governo britânico.

20h59 - Itália aprova novo aligeiramento das medidas de combate à pandemia

O governo italiano decidiu hoje um novo aligeiramento das medidas de combate à pandemia de Covid-19, entre as quais uma reabertura parcial das discotecas e a possibilidade de cinemas e teatros acolherem público a 100% da sua capacidade.

Os eventos desportivos que decorram no exterior poderão acolher 75% do máximo previsto de espetadores e em espaços interiores, 60%.

O passe sanitário continua, de qualquer modo, a ser obrigatório para entrar em todos estes locais.

20h13 - Burundi vai receber primeiras vacinas anticovid nas próximas semanas

O Burundi, um dos poucos países no mundo que ainda não iniciou a vacinação da sua população contra a Covid-19, anunciou hoje que deverá receber as suas primeiras vacinas nas próximas semanas.

19h43 - Madeira registou 11 novos casos nas últimas 24 horas

As autoridades da Madeira reportaram 11 novos casos de Covid-19 e mais 21 recuperados nas últimas 24 horas nesta região, que tem 107 situações ativas sinalizadas e 10 doentes hospitalizados, informou a Direção Regional da Saúde.

19h41 - França notifica 4.615 novas infeções e mais 35 óbitos em 24 horas

As autoridades de saúde francesas informaram esta quinta-feira que foram identificados 4.615 novos casos e morreram mais 35 pessoas. França totaliza 7.043.316 casos confirmados e 116.991 vítimas mortais. 

19h36 - Demissão de juiz negacionista "coloca uma pedra sobre o assunto"

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) considerou hoje que, com a demissão de Rui Fonseca e Castro pelo Conselho Superior da Magistratura (CSM), foi "colocada uma pedra sobre o assunto" do juiz negacionista.

19h10 - Surto com 22 infetados em residência de apoio a deficientes em Elvas

Um surto de Covid-19 no lar residencial da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Elvas regista 22 infetados, entre utentes e funcionários, disse hoje à agência Lusa fonte da instituição.

19h05 - Quase três mil novos contágios em Itália. Morreram mais 41 pessoas

Itália notificou 2.938 novos casos de contaminação e mais 41 mortes no último dia, de acordo com os dados revelados esta quinta-feira pelo Ministério da Saúde. Itália acumula 4.692.274 casos positivos de Covid-19 e 131.198 óbitos. 

A taxa de positividade recuou para 0,98%. 

18h43 - Afeganistão e Covid-19 na 67ª sessão Assembleia Parlamentar da NATO

O parlamento português recebe de 8 a 11 de outubro a 67ª sessão da Assembleia Parlamentar da NATO, que contará com a presença do secretário-geral da Aliança e abordará a situação no Afeganistão e a pandemia Covid-19.

18h14 - Três surtos em lares de Beja infetaram 136 utentes, dois morreram

Três lares do distrito de Beja têm surtos ativos de Covid-19, tendo infetado um total de 136 utentes, dois dos quais morreram, revelou hoje fonte da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

A vacina contra a Covid-19 "deu uma ajuda enorme", porque estes surtos, se tivessem ocorrido "em janeiro" passado, provocariam "dezenas de óbitos", afirmou à agência Lusa o Delegado de Saúde Coordenador da ULSBA, Mário Jorge Santos.

18h03 - Pedro Sánchez destaca "marco crucial" para Espanha

O primeiro-ministro espanhol reagiu no Twitter ao facto de a incidência acumulada no país estar abaixo de 50 casos por 100 mil habitantes, o que significa que Espanha passa ao nível de risco baixo de transmissão do coronavírus. 

"É um marco crucial no caminho para a recuperação", assinalou Sánchez. "Obrigado às administrações envolvidas, aos profissionais de saúde e a todos os cidadãos". 

17h49 - OMS publica definição de caso clínico de "longo covid"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou a definição de caso clínico da condição pós-covid-19, considerada fundamental para o acompanhamento e tratamento de doentes que continuam com sintomas depois de recuperarem da infeção.

"Esta definição vai ajudar os médicos a identificar doentes mais facilmente e a garantir-lhes o tratamento adequado. É ainda crucial para a investigação. A OMS encoraja todas as autoridades nacionais, os decisores políticos e os clínicos a adotarem esta definição", afirmou hoje o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A publicação da definição de caso clínico surge na sequência de uma consulta global a doentes e especialistas, disse o responsável da OMS, ao avançar que a "longo covid" ocorre normalmente três meses a partir do início da infeção, com sintomas que duram pelo menos dois meses e não podem ser explicados por um diagnóstico alternativo.

De acordo com a OMS, os sintomas mais comuns incluem fadiga, falta de ar, disfunção cognitiva, os quais podem surgir após a recuperação inicial de um episódio agudo de Covid-19 ou persistir desde o início da infeção.

17h43 - Espanha com risco baixo de contágio pela primeira vez desde julho de 2020

Espanha regressou esta quinta-feira ao nível de risco baixo de contágio por coronavírus, algo que não acontecia desde 28 julho do ano passado. A incidência acumulada voltou a descer e situa-se abaixo dos 50 casos por 100 mil habitantes (48,9 casos mais precisamente). 

O Ministério da Saúde anunciou também que foram diagnosticados 1.807 novos casos de contágio e morreram mais 23 pessoas no espaço de 24 horas. No total, Espanha soma 4.971.310 casos confirmados e 86.701 vítimas mortais.

17h10 - Reino Unido reporta 40.701 novos casos, o número mais elevado num mês

O Reino Unido registou 40.701 novas infeções nas últimas 24 horas, segundo os dados divulgados esta quinta-feira pelo Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico. Este foi o número mais elevado de casos de contágio desde o dia 6 de setembro. 

O boletim de hoje indica que morreram mais 122 pessoas devido à Covid-19. 

Em termos acumulados, o Reino Unido contabiliza 8.046.390 casos de infeção e 137.417 óbitos.

16h39 - Alemanha recomenda terceira dose de vacina para maiores de 70 anos

A Comissão Permanente de Vacinação (Stiko) da Alemanha recomendou hoje a terceira dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com 70 anos ou mais.

A Stiko recomendou ainda uma terceira dose para residentes de centros de terceira idade com menos de 70 anos, e para os seus funcionários, bem como para profissionais de saúde em contacto direto com pessoas pertencentes a grupos de risco.

15h56 - ONU lança estratégia para vacinar 40% em todos os países até fim do ano

A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciaram hoje uma nova Estratégia de Vacinação Global contra a Covid-19 para vacinar 40% da população em todos os países até final do ano.

O plano necessita 18 mil milhões de dólares (15,6 mil milhões de euros) para assegurar uma distribuição equitativa e visa alcançar a vacinação de 70% da população de todos os países até meados de 2022.

15h24 - Pfizer pede aos EUA para aplicar vacina a crianças de cinco a 11 anos
 
A farmacêutica Pfizer pediu hoje ao Governo dos EUA para permitir o uso da sua vacina contra a covid-19 em crianças de cinco a 11 anos, assegurando que as vacinas podem ser administradas nas próximas semanas. Numa mensagem divulgada na sua conta da rede social Twitter, a Pfizer anunciou que tinha formalizado o seu pedido junto da agência reguladora dos medicamentos nos EUA (Food and Drug Administration, FDA), que terá agora de decidir se há provas suficientes de que as vacinas são seguras e eficazes nas crianças.

15h17 - 3.ª fase do inquérito serológico vai determinar imunidade após vacinação
 
Cerca de 4.600 pessoas vão participar na terceira fase do Inquérito Serológico Nacional (ISN) para determinar a imunidade da população portuguesa após a vacinação contra a contra a Covid-19, anunciou hoje o INSA. Em comunicado, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) adiantou que o trabalho de campo desta terceira fase já está a decorrer, dando continuidade ao projeto iniciado em maio de 2020, ainda na fase inicial da pandemia da Covid-19.

15h13 - Portugal regista 11 mortes e 731 infetados nas últimas 24 horas
 
Portugal somou mais 731 contágios pelo novo coronavírus e 11 mortes relacionadas com a Covid-19 nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia já se registaram 1.073.268 casos de infeção e 18.019 óbitos. Há ainda 353 pessoas internadas com Covid-19 (mais quatro do que no dia anterior), das quais 57 estão nas unidades de cuidados intensivos. A DGS reporta ainda 860 pessoas recuperadas da infeção e há, no total, 29.918 casos ativos.

O arquipélago da Madeira foi a única região que não registou óbitos com Covid-19 nas últimas 24 horas. Das 11 mortes, três foram registadas no Norte e no Centro, duas em Lisboa e Vale do Tejo e uma no Alentejo, Algarve e Açores.

14h22 - Moderna vai abrir fábrica de vacinas em África
 
A Moderna, empresa de biotecnologia americana, anunciou hoje que vai construir uma fábrica de produção de vacinas em África com o objetivo de produzir até 500 milhões de doses anuais. O chefe executivo da empresa Moderna, Stéphane Bancel, anunciou que a empresa iria abrir uma fábrica em África, mas não especificou em que país se vai localizar. 

13h17 - Finlândia também suspende vacina Moderna

As autoridades de saúde da Finlândia anunciaram hoje que vão suspender a administração da vacina Moderna aos homens com menos de 30 anos pelo "risco de inflamação cardíaca", decisão semelhante foi adotada nos últimos dias pela Suécia e Dinamarca.

13h08 - Recuo dos Açores põe Portugal em risco moderado nos mapas da UE
 
Todas as regiões de Portugal são agora consideradas de risco moderado para a Covid-19 nos mapas do Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), para decisões sobre viagens na União Europeia (UE), após recuo dos Açores. Em causa estão os mapas do ECDC de indicadores combinados, abrangendo as taxas de notificação de casos de Covid-19 nos últimos 14 dias, o número de testes realizados e o total de positivos, que são atualizados semanalmente, à quinta-feira.

12h09 - São Tomé e Príncipe entre países com mais casos por milhão de habitantes
 
O diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) colocou hoje novamente São Tomé e Príncipe entre os cinco países com mais casos de Covid-19 por milhão de habitantes no continente. "Os cinco países que têm a maior taxa de incidência por milhão de habitantes são as Seicheles, Lesoto, São Tomé e Príncipe, Botsuana e Gabão", disse John Nkengasong durante a conferência de imprensa semanal sobre a evolução da pandemia de Covid-19 no continente africano.

11h56 - Macau concluiu testes em massa à população com todos os resultados negativos
 
Macau concluiu hoje os testes em massa à população iniciados na segunda-feira, após a deteção de um novo caso de Covid-19, tendo testado 681.579 pessoas, todas com resultado negativo, anunciaram as autoridades. O território, com mais de 680 mil habitantes, realizou esta semana testes a toda a população pela terceira vez desde o início da pandemia, dias depois de concluída a segunda ronda, em 28 de setembro, então igualmente com resultados negativos.

11h44 - Governo da Madeira tenciona atenuar restrições na próxima semana
 
O Governo da Madeira calcula estar em condições de anunciar novas medidas de alívio das restrições impostas pela Covid-19 na próxima semana, indicou hoje o chefe do executivo, apontando para o fim do recolher obrigatório e a reabertura das discotecas. "O fim do recolher obrigatório pode ser um dado adquirido", afirmou Miguel Albuquerque, à margem da sessão de abertura do 8.º Encontro Anual do Centro de Química da Madeira, no Funchal.

11h10 - Rússia regista 27.550 novos contágios nas últimas 24 horas
 
A Rússia registou 27.550 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, quase mais 2.500 contágios do que foi contabilizado na quarta-feira, disseram hoje as autoridades sanitárias russas. Os dados indicam a tendência crescente do número de infeções na Rússia onde mais de 97% dos contágios estão relacionados com a variante Delta da doença.

10h32 - Vacinas da AstraZeneca chegam à Antártida

Doses da vacina da AstraZeneca chegaram à Antártida, meses depois de ter sido lançada e ter ajudado grande parte do mundo a combater a pandemia. Foi esta semana que as vacinas foram entregues com o objetivo de imunizar 23 membros de uma equipa britânica a fazer investigação durante o inverno polar, na Base Rothera. É o local mais a sul para onde a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford já foi transportada, conta a BBC, isso significa que todos os continentes já receberam pelo menos algumas doses. Com exceção de alguns casos numa base chilena, a Antártida tem estado livre de Covid.

10h19 - África com mais 294 mortes e 11.549 infetados nas últimas 24 horas
 
África registou 294 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 213.093 o total de óbitos desde o início da pandemia, e 11.549 novos contágios, de acordo com os dados oficiais mais recentes. Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos de infeção no continente desde o início da pandemia é agora de 8.363.382 e o de recuperados é de 7.709.460, mais 10.438 nas últimas 24 horas.

09h27 - Projeto "Gulbenkian onde é preciso" concluído com 100 mil vacinas dadas
 
O projeto 'Gulbenkian onde é preciso' que entre março e setembro fez com que 50 viaturas ligeiras e carrinhas levassem a vacinação às populações mais vulneráveis foi concluído com 100 mil vacinas administradas, segundo a Fundação. Em comunicado, a Gulbenkian precisa que as 50 unidades móveis disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, como forma de apoiar o Plano de Vacinação contra a Covid-19, voltaram à Fundação depois de percorridos 124.938 mil quilómetros e administradas 102.488 vacinas.

08h54 - Está em risco? 'Dedos de Covid', o sintoma raro que afeta mãos e pés
 
Num novo estudo publicado na revista científica British Journal of Dermatology e citado pela BBC, investigadores da Universidade de Paris, em França, afirmam ter descoberto o motivo por que algumas pessoas que contraem o novo coronavírus desenvolvem ferimentos semelhantes a frieiras nos dedos dos pés e das mãos. De acordo com descobertas recentes, os chamados 'dedos de Covid' parecem advir da ação do próprio sistema imunológico que ataca o corpo da pessoa após esta ser infetada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

08h29 - Comissão de Trabalhadores da RTP quer impedir presença de não vacinados

Num texto intitulado 'A Liberdade do Próximo', esta quarta-feira publicado, a Comissão de Trabalhadores (CT) da Rádio e Televisão de Portugal (RTP) defende que quem recusou ser vacinado contra a Covid-19 "não deve ser admitido" em locais fechados de "utilização coletiva". A nota começa por frisar que agora, numa altura em que "a pouco e pouco" vamos "regressando do teletrabalho" e em que "nos vamos encontrando novamente a partilhar os mesmos espaços", tem "importância saber se quem trabalha ao nosso lado se fez vacinar ou não". 

08h19 - EUA alertam para época de gripe especialmente "severa" este ano 
 
Os especialistas dos Centros de Controlo e Prevenção dos Estados Unidos (sigla em inglês CDC) temem que a estação que agora se inicia para a gripe comum seja especialmente "severa", foi hoje divulgado. A diretora do CDC, Rochelle Walensky, explicou numa conferência de imprensa que no ano passado houve "pouquíssimos casos de gripe", devido em grande parte às medidas de prevenção contra a pandemia de Covid-19, nomeadamente a utilização da máscara e o distanciamento social.

07h52 - Ainda durante o dia de hoje: 

  • O primeiro-ministro participa em mais um debate parlamentar sobre política geral, quatro dias antes da apresentação do Orçamento para 2022, onde se espera um discurso centrado na recuperação económica do país pós-pandemia de Covid-19.
  • O Conselho Superior da Magistratura (CSM) deverá decidir hoje se permite que o juiz Rui Fonseca e Castro volte a exercer a profissão, até agora suspenso.

07h50 - China deteta 25 novos casos, todos oriundos do exterior
 
A China detetou 25 casos de Covid-19, nas últimas 24 horas, todos oriundos do estrangeiro, anunciaram hoje as autoridades de saúde do país. Os casos foram diagnosticados em viajantes provenientes do estrangeiro nos municípios de Pequim (norte) e Xangai (leste) e nas províncias de Yunnan (sul), Shandong (leste), Sichuan (centro), Zhejiang (leste) e Hubei (centro).

07h23 - Vietname vai abrir gradualmente ao turismo até junho de 2022
 
O Vietname quer abrir o país ao turismo internacional a partir de junho de 2022, depois de uma reabertura gradual de alguns pontos turísticos que servirão de teste para o regresso à atividade plena. Os turistas internacionais já vacinados vão poder aceder, a partir de novembro, a zonas consideradas de baixo risco, como a ilha de Phu Quoc, uma das joias turísticas do país, indicou a Administração do Turismo do Vietname, num comunicado divulgado na quarta-feira. 

07h09 - Eficácia das vacinas mRNA estável após sete meses (mas não para todos)
 
Sete meses após a segunda dose, não há redução na eficácia das vacinas de mRNA contra a Covid-19 na generalidade da população, conclui o Istituto Superiore di Sanità (ISS) de Itália. No entanto, em certos grupos específicos, há uma perda de efetividade, conclui um relatório divulgado esta quarta-feira. De acordo com o documento, na população em geral, a eficácia contra a infeção após sete meses permaneceu em 89%. Já a eficácia contra a hospitalização e morte manteve-se em 96% e 99%, respetivamente. 

07h00 - Bom dia, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Vice-almirante ouvido na AR; Brasil volta a receber britânicos

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório