Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Rússia exorta NATO e UE a pressionarem Kosovo para acalmar tensões

A Rússia exortou hoje a NATO e a União Europeia (UE) a pressionarem as autoridades do Kosovo para que retirem as forças policiais destacadas junto da fronteira com a Sérvia, alertando para um potencial agravamento da situação.

Rússia exorta NATO e UE a pressionarem Kosovo para acalmar tensões
Notícias ao Minuto

16:19 - 28/09/21 por Lusa

Mundo Rússia

"Este é o momento de pressionar energeticamente o governo de Pristina, de obrigá-lo a retirar a polícia do norte do Kosovo e de evitar que a situação leve a um conflito mais grave", referiu a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, citada num comunicado.

A representante da diplomacia russa sublinhou que tanto a NATO como a UE têm "mandatos suficientes para evitar a arbitrariedade legal e, portanto, têm a responsabilidade de proteger a população civil, garantir a paz e a segurança".

"A comunidade dos municípios sérvios no Kosovo, criada para garantir os direitos e os interesses dos sérvios, tornou-se uma 'letra morta' devido à sabotagem de Pristina", apontou a mesma porta-voz, denunciando a imposição nesta zona "de um controlo total (...) através do aparelho repressivo do autoproclamado Estado kosovar".

Segundo Maria Zakharova, esta situação trata-se de "uma nova ofensiva para expulsar os sérvios desta região", ação esta que não é avaliada nem criticada por Bruxelas ou por Washington.

Um novo período de tensão entre a Sérvia e o Kosovo - que já levou Belgrado a destacar tropas para junto da fronteira com a sua antiga província do sul (que declarou unilateralmente independência em 2008) - teve início depois de Pristina ter decidido impedir a entrada no seu território de veículos com matrículas sérvias.

Os sérvios, maioritários no norte do Kosovo mas minoritários no resto do país, cuja população é composta por uma esmagadora maioria de albaneses étnicos, têm organizado protestos para denunciar a medida imposta pelas autoridades kosovares que, segundo argumentam, restringe a sua liberdade de movimentos.

Os sérvios também têm denunciado o destacamento de veículos blindados da polícia kosovar junto da fronteira, manobras que encaram como uma ameaça.

Leia Também: UE apela à redução incondicional da tensão entre Sérvia e Kosovo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório