Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Ataque a uma aldeia no noroeste da Nigéria faz pelo menos 34 mortos

Pelo menos 34 habitantes de uma aldeia no noroeste da Nigéria morreram no domingo à noite durante um ataque dos terroristas que operam no território, que atacaram também militares, foi hoje anunciado.

Ataque a uma aldeia no noroeste da Nigéria faz pelo menos 34 mortos
Notícias ao Minuto

19:05 - 27/09/21 por Lusa

Mundo Nigéria

"Homens não identificados atacaram a aldeia de Madamai no distrito de Kaura, 34 residentes foram mortos no ataque e sete ficaram feridos", disse o chefe da segurança do estado de Kaduna, Samuel Aruwan, citado pela agência France-Presse.

"Os soldados foram enviados para o local do ataque, onde ficaram sob fogo, antes de forçar os atacantes a recuar após uma intensa troca de tiros", acrescentou.

De acordo com o responsável, "algumas casas foram incendiadas pelos atacantes na periferia da aldeia, mas as tropas apagaram o fogo em três das casas e conseguiram resgataram seis residentes".

Dois suspeitos foram detidos e estão a ser interrogados.

O ataque de domingo na Nigéria é o mais recente de dezenas de ataques que têm aterrorizado a região há vários anos.

Bandos de criminosos, alguns com inspiração extremista religiosa, conhecidos localmente como 'bandidos', têm saqueado aldeias, roubado gado e raptado pessoas, exigindo normalmente um resgate.

Só este ano, estes bandos atacaram escolas e universidades, tendo raptado mais de 1.400 estudantes, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que calcula que pelo menos um milhão de crianças na Nigéria não podem ir à escola no ano letivo que começa este mês, por causa da violência na sequência dos raptos que ocorreram nos últimos meses.

O Exército nigeriano disse também que alegados combatentes do grupo do Estado Islâmico na África Ocidental (Iswap) e criminosos atacaram o campo de Burkusuma, uma das suas bases no estado de Sokoto, no domingo, extremo noroeste da Nigéria.

"As tropas repeliram com sucesso um ataque de supostos terroristas do Estado Islâmico na África Ocidental e bandidos", disse o porta-voz militar Benjamin Sawyerr, num comunicado, provocando um número ainda não confirmado de mortos.

Leia Também: Libertados dez estudantes raptados em julho de uma escola nigeriana

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório