Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2021
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Putin destaca caráter aberto das legislativas em reunião com líderes

O Presidente da Rússia destacou hoje o caráter aberto das recentes eleições legislativas russas, conquistadas pelo partido no poder, durante uma reunião com líderes partidários, encontro que coincidiu com uma manifestação em Moscovo contra os resultados do escrutínio.

Putin destaca caráter aberto das legislativas em reunião com líderes
Notícias ao Minuto

19:13 - 25/09/21 por Lusa

Mundo Rússia

O Presidente russo, Vladimir Putin, reuniu-se, através de meios virtuais, com os líderes das cinco forças políticas que conseguiram eleger nas legislativas russas, realizadas entre 17 e 19 de setembro, representantes para a Duma (câmara baixa do parlamento russo), incluindo o Partido Comunista, que denuncia irregularidades na votação.

"As eleições foram abertas, foram realizadas no estrito cumprimento da lei e tiveram uma grande participação", declarou Putin, numa videoconferência que foi transmitida pela televisão pública russa.

O partido Rússia Unida, de Vladimir Putin, venceu as legislativas, ao ter conquistado 324 dos 450 assentos parlamentares que compõem a Duma.

O partido no poder foi seguido pelo Partido Comunista (57 assentos parlamentares), pelos sociais-democratas da formação Rússia Justa (27), pelo Partido Liberal Democrático (21) e pelo recém-criado partido Nova Gente (13).

A taxa de participação no escrutínio situou-se nos 51,72%, mais do que os 47,88% registados nas eleições de 2016.

Na reunião de hoje, o líder russo felicitou os representantes partidários pelos resultados alcançados, tendo ainda agradecido ao eleitorado russo por ter exercido presencialmente o seu direito de voto nas assembleias e através do voto eletrónico.

Vladimir Putin também destacou que, pela primeira vez em muitos anos, cinco partidos estarão presentes na Duma, em vez de quatro.

O governante enalteceu ainda que o surgimento de um novo partido, o Nova Gente, comprova o caráter democrático dos processos eleitorais e as "possibilidades reais" que os partidos políticos têm na Rússia.

Esta reunião ocorreu no mesmo dia em que a capital russa, Moscovo, foi palco de uma manifestação convocada pelo Partido Comunista russo para contestar a utilização do voto eletrónico nas eleições legislativas, alegando que esta ferramenta deturpou os resultados do escrutínio.

Segundo dados da polícia e de 'media' locais independentes, o protesto reuniu no centro de Moscovo algumas centenas de pessoas.

Uma das exigências dos comunistas russos é que as autoridades anulem os resultados eleitorais do voto eletrónico em Moscovo, por considerarem que este meio de votação ajudou a "roubar a vitória" de vários dos seus candidatos.

A Comissão Eleitoral Central da Rússia (CEC) defende o voto eletrónico, rejeitando as críticas da oposição que classifica como infundadas.

Segundo a agência Associated Press (AP), um grupo de políticos e de ativistas que saíram derrotados das legislativas anunciaram hoje a formação de um comité que pretende invalidar os resultados do voto eletrónico na zona de Moscovo.

O novo comité pretende ainda, segundo a opositora Marina Litvinovich, uma das promotoras da iniciativa, tentar abolir a utilização do voto eletrónico em futuras eleições e lutar contra a fraude eleitoral.

Entre outras ações, o comité planeia organizar um protesto a nível nacional, apresentar processos judiciais para contestar os resultados eleitorais e elaborar legislação que proíba a utilização do voto eletrónico.

Leia Também: Rússia: Navalny acusa Apple e Google de serem "cúmplices" de Putin

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório