Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Macau testa toda a população após casos em hotel de quarentenas

O Governo de Macau anunciou que a partir de hoje vão realizar testes à covid-19 para toda a população, durante três dias, na sequência de dois casos positivos em funcionários de um hotel para quarentenas no território.

Macau testa toda a população após casos em hotel de quarentenas
Notícias ao Minuto

06:02 - 25/09/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Em conferência de imprensa, a Secretaria para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Ao Ieong U, explicou que a testagem em massa tem início a partir das 15:00 de hoje até às 15:00 do dia 28 de setembro.

No total serão disponibilizados 52 locais para testagem, com um total de 367 pontos de amostragem.

Esta decisão do Governo de Macau surge poucas horas depois de ter sido detetado um segundo caso positivo de um segurança de um hotel, que tem acolhido pessoas obrigadas a cumprir quarentena no âmbito das medidas de restrição devido à covid-19.

Macau decretou na sexta-feira o estado de emergência imediata.

Em agosto, após a deteção de quatro casos da variante Delta do novo coronavírus detetados numa família, o Governo de Macau decretou também o "estado de emergência imediata" e a realização de testes à covid-19 para toda a população.

Então, as autoridades anunciaram o encerramento de espaços culturais, desportivos e de diversão, bem como a suspensão ou cancelamento de atividades que se poderiam traduzir na aglomeração de pessoas.

Macau não registou qualquer morte associada à doença ou infetados entre os profissionais de saúde, tendo contabilizado até ao momento 66 casos desde o início da pandemia.

No entanto, pouco mais de metade da população está vacinada, apesar de a administração gratuita da vacina estar disponível à população em geral há mais de meio ano.

A resistência à vacina em Macau levou mesmo as autoridades sanitárias a determinarem que os trabalhadores de Macau, nos setores público ou privado, ficam obrigados a fazer um teste à covid-19 a cada sete dias, caso não estejam vacinados.

Leia Também: Macau decreta estado de emergência imediata

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório