Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Presidente cubano critica na ONU "permanente" instigação dos EUA

O Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, criticou hoje, perante a Assembleia Geral da ONU, a "permanente" instigação dos Estados Unidos, bem como as medidas de coerção económica que Washington impõe a outros países. 

Presidente cubano critica na ONU "permanente" instigação dos EUA
Notícias ao Minuto

19:18 - 23/09/21 por Lusa

Mundo Cuba

Numa intervenção por videoconferência durante o debate da 76.ª sessão da Assembleia Geral, Díaz-Canel criticou os Estados Unidos por utilizarem as sanções económicas como instrumento central de sua política externa para ameaçar e pressionar outros países. 

"O Governo desse país ameaça, extorquia e pressiona Estados soberanos para que se manifestem e ajam contra aqueles que identifica como adversários", acusou o chefe de Estado cubano. 

Díaz-Canal denunciou a esse respeito o embargo económico imposto há seis décadas a Havana, que se agravou no último ano e meio devido à pandemia de covid-19, considerou "insuficiente" a cooperação internacional face à atual crise sanitária e criticou a distribuição de vacinas a nível internacional. 

No entanto, destacou o trabalho da comunidade científica cubana que, "no meio de enormes deficiências, criou três vacinas e duas outras candidatas contra o covid-19".

Díaz-Canel reiterou também a solidariedade de Cuba com os governos da Venezuela, Nicarágua e outros aliados internacionais.

Leia Também: Quase 62 milhões desviados dos cofres públicos do Sudão do Sul desde 2018

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório