Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Afeganistão. Putin pede a líderes de OCX que apoiem processo de paz

O presidente russo pediu hoje aos líderes da Organização de Cooperação de Xangai (OCX) que apoiem um processo de paz inclusivo no Afeganistão e façam todo o possível para travar qualquer ameaça a partir daquele país.

Afeganistão. Putin pede a líderes de OCX que apoiem processo de paz
Notícias ao Minuto

11:50 - 17/09/21 por Lusa

Mundo Rússia

"Acima de tudo, é importante usar todo o potencial da organização para apoiar plenamente o início de um processo de paz inclusivo no Afeganistão, mas ao mesmo tempo fazer todo o possível para travar as ameaças de terrorismo, tráfico de drogas e extremismo religioso naquele país", afirmou Vladimir Putin.

O Presidente russo, que participou numa cimeira digital da OCX (China, Índia, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Rússia, Tajiquistão e Uzbequistão), disse que a organização deve reagir imediatamente à situação afegã.

"A nossa organização enfrenta a tarefa urgente de coordenar uma linha comum e coordenada diante dos graves riscos ligados ao agravamento da situação no Afeganistão após a retirada precipitada, para não dizer fuga, das forças dos Estados Unidos e dos seus aliados da NATO", afirmou Putin.

O Presidente russo apontou que "o que acontece no Afeganistão afeta diretamente os interesses de segurança dos países da OCX", especialmente porque vários países desta organização partilham fronteiras com aquele país.

"Os talibãs controlam praticamente todo o território do Afeganistão e devemos encorajar as novas autoridades afegãs a cumprirem as suas próprias promessas de estabelecer a paz, normalizar a vida social e garantir segurança para todos", disse Putin.

Para isso, propôs à organização estudar a possibilidade de restabelecer o grupo de contacto OCX-Afeganistão.

O Afeganistão é um dos quatro países observadores da aliança.

Além disso, Putin lembrou que, na quinta-feira, a Organização do Tratado de Segurança Coletiva [Tratado de Tashkent] debateu as ameaças do Afeganistão e tomou a decisão de reforçar a defesa da fronteira tajique-afegã e fortalecer a capacidade de combate das forças conjuntas.

"Estamos interessados que essas decisões sejam recebidas com compreensão pelos parceiros da OCX", disse Putin, que celebrou uma cimeira conjunta com as duas organizações prevista para hoje.

O chefe de Estado russo assegurou que isso "permite uma discussão mais detalhada da cooperação prática das duas organizações na questão afegã e estabelece a coordenação necessária" entre a OCX e os membros do Tratado de Tashkent.

Leia Também: Vladimir Putin em isolamento por "uns dias" após surto na sua comitiva

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório