Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 6º MÁX 14º

Edição

EUA investiga alegado tráfico de mulheres menores nas evacuações de Cabul

As autoridades norte-americanos estão a investigar relatos de que, devido à retirada repentina de afegãos de Cabul, homens mais velhos foram acolhidos como refugiados com mulheres menores de idade, que alegaram serem suas noivas.

EUA investiga alegado tráfico de mulheres menores nas evacuações de Cabul

Funcionários dos EUA em centros de entrada nos Emirados Árabes Unidos e no Estado de Wisconsin identificaram vários incidentes em que meninas afegãs foram apresentadas às autoridades como "esposas" de homens muito mais velhos.

Embora o casamento infantil não seja incomum no Afeganistão, os norte-americanos têm políticas rígidas contra o tráfico de pessoas, que incluem processos para os criminosos e sanções para os países que não reprimem estes atos, noticia a agência de notícias Associated Press.

Segundo um documento interno a que a AP teve acesso, o Departamento de Estado avançou com uma "orientação urgente" para outras agências depois de alegadas 'crianças noivas' terem sido levadas para Wisconsin.

Um outro documento revelado por funcionários norte-americanos, refere que jovens afegãs num dos locais de trânsito para refugiados afegãos em Abu Dhabi alegaram terem sido violadas por homens mais velhos, após terem sido forçadas a casar para fugirem do Afeganistão após a chegada ao poder dos talibãs no país da Ásia Central.

O Departamento de Estado ainda não fez qualquer comentário sobre estes documentos ou a veracidade contida nestes.

As autoridades têm realçado que levam todas estas alegações a sério, mas referiram que muitas são anedóticas e difíceis de provar, principalmente devido à grande movimentação de refugiados afegãos em vários locais do Médio Oriente, Europa ou Estados Unidos.

Um relatório de 27 de agosto, enviado a todas as embaixadas e consulados dos Estados Unidos, bem como ao centro de comando militar na Florida, aponta para possíveis problemas envolvendo meninas e homens mais velhos, sendo que alguns destes afirmam ter mais do que uma mulher em Fort McCoy, base do exército dos EUA em Wisconsin.

Segundo partes do documento a que a AP teve acesso, há "relatos de vários casos de mulheres menores que se apresentaram como casadas com homens afegãos adultos, bem como famílias polígamas".

Os talibãs conquistaram Cabul em 15 de agosto, concluindo uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO.

As forças internacionais estavam no país desde 2001, no âmbito da ofensiva liderada pelos Estados Unidos contra o regime extremista (1996-2001), que acolhia no território o líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, principal responsável pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

A tomada da capital pôs fim a uma presença militar estrangeira de 20 anos no Afeganistão, dos Estados Unidos e aliados na NATO, incluindo Portugal.

Leia Também: Afeganistão: Putin espera que talibãs se portem de forma "civilizada"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório