Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Novo recorde diário no Canal da Mancha com a travessia de 482 migrantes

Pelo menos 482 migrantes atravessaram na quarta-feira o Canal da Mancha para chegar às costas inglesas, um novo recorde diário desde o início deste ano, indicou hoje o Ministério do Interior britânico.

Novo recorde diário no Canal da Mancha com a travessia de 482 migrantes

O anterior recorde diário, com 430 chegadas, tinha sido registado no passado dia 19 de julho.

No comunicado hoje emitido, o Ministério do Interior britânico não faz um balanço total das travessias registadas ao longo deste ano, mas, segundo uma contagem feita pela agência de notícias britânica PA, mais de 10 mil pessoas já terão tentado atravessar o Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, desde janeiro passado.

Este valor já ultrapassa as travessias registadas durante os 12 meses de 2020, que foram mais de oito mil.

Na quarta-feira, as autoridades francesas intercetaram oito travessias, impedindo 246 pessoas de alcançarem as costas inglesas, informou hoje igualmente o Ministério do Interior britânico.

Segundo o comandante Dan O'Mahoney, responsável pela gestão da imigração irregular no Canal da Mancha, "estes números são inaceitáveis".

"É por isso que estamos a agir em todas as frentes", referiu o representante, indicando que "as forças de segurança têm desmantelado rede de passadores" de migrantes.

E acrescentou: "O trabalho conjunto com as autoridades francesas permitiu duplicar o número de agentes policiais nas praias francesas".

Esta questão migratória e securitária é frequentemente um foco de divergência entre Londres e Paris.

No entanto, no final de julho, o Reino Unido assumiu o compromisso de pagar a França uma verba de 62,7 milhões de euros, para o biénio 2021-2022, para financiar um reforço da presença policial francesa nas zonas costeiras.

Antes da paragem de verão, o parlamento britânico começou a examinar uma reforma do sistema de asilo proposta pela ministra do Interior britânica, Priti Patel, proposta essa que prevê um endurecimento de medidas e que vai ao encontro de promessas assumidas durante o processo do 'Brexit' (saída do Reino Unido da União Europeia).

Apresentada pela ministra como "justa, mas firme", mas criticada por organizações de defesa dos direitos humanos, a reforma proposta visa desencorajar a imigração irregular e quer tratar os requerentes de asilo de forma diferente consoante cheguem ao território britânico de forma regular ou irregular.

A proposta de lei prevê aumentar para quatro anos, dos seis meses atuais, a pena de prisão para os migrantes que tentam entrar ilegalmente no país e elevar para a prisão perpétua -- dos 14 anos atuais -- a pena máxima para os traficantes (passadores) de pessoas.

Desde o final de 2018, as tentativas de travessias ilegais do Canal da Mancha têm vindo a aumentar, apesar dos perigos associados à viagem, às fortes correntes verificadas na zona e as baixas temperaturas da água.

Leia Também: Migrações: Guarda-costeira turca detém mais de 200 migrantes no mar Egeu

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório