Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 26º

Edição

Protestos na Índia após violação e cremação forçada de menina de 9 anos

Mais um caso mortal de violência sexual na Índia. Menina de 9 anos foi encontrada pela mãe, já cadáver, e os três suspeitos não a deixaram levar a menina, conseguindo cremá-la antes da polícia chegar.

Protestos na Índia após violação e cremação forçada de menina de 9 anos

São já quatro dias de protestos no seguimento da alegada violação, homicídio e cremação forçada de uma menina de nove anos de idade, em Nova Deli, na Índia. Os culpados serão um padre Hindu e três outros homens, que apanharam a criança quando ela foi buscar água às imediações de um crematório.

De acordo com a BBC, que relata o caso, os pais da criança, que são mendigos, pediram-lhe que fosse buscar água ao crematório, a uns metros do local onde vivem, na área de Nangal.

Quando a filha tardou em chegar, no domingo à noite, a mãe foi à sua procura. "Encontrei-a no crematório, no chão. Tinha os lábios azuis, sangue no nariz e feridas nas mãos e nos braços. Tinha a roupa molhada", disse a mãe.

Foi nessa altura que apareceram o padre e os três homens que a aconselharam a não chamar a polícia, porque iriam "fazer autópsia e roubar-lhe os órgãos e vendê-los".

Perante a sua relutância, os homens fecharam os portões do crematório, ameaçaram-na, e ofereceram-lhe dinheiro para que os deixasse cremar o corpo da filha.

Quando o pai chegou ao local, acompanhado por mais de 100 moradores, o corpo da menina estava quase totalmente queimado. A polícia foi chamada e tentaram apagar o fogo, mas já não foi possível recuperar o suficiente para um exame que confirmasse a violação.

As autoridades policiais indicaram que, com base na informação dos pais e dos vizinhos, foi instaurado um processo de violação em grupo, homicídio e cremação forçada contra os três homens, que se encontram detidos.

Leia Também: Cidade indiana conseguiu vacinar toda a sua população elegível

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório