Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Conferência de doadores ultrapassa objetivo de angariação para o Líbano

A conferência internacional de doadores para o Líbano, organizada hoje por França e pelas Nações Unidas, conseguiu o objetivo proposto e angariou mais de 370 milhões de dólares (cerca de 311 milhões de euros), divulgou a presidência francesa.

Conferência de doadores ultrapassa objetivo de angariação para o Líbano
Notícias ao Minuto

18:11 - 04/08/21 por Lusa

Mundo Líbano

A conferência realizada em formato virtual ocorreu precisamente no dia em que é assinalado o primeiro aniversário da explosão no porto de Beirute, em 04 de agosto de 2020, acidente que fez mais de 200 mortos e milhares de feridos, deixando igualmente um rasto de destruição e de danos estimados de milhões de dólares.

Um ano depois, o Líbano está mergulhado numa crise socioeconómica, considerada a pior da sua história, agravada pela pandemia da doença covid-19, e por uma persistente crise política.

Mais de metade da população do país, com cerca de 6,8 milhões de habitantes, vive agora abaixo do limiar da pobreza, de acordo com as Nações Unidas.

Segundo o Presidente francês, Emmanuel Macron, esta conferência, que tinha como valor-alvo os 300 milhões de euros, teve como objetivo mostrar o apoio internacional ao povo libanês, que enfrenta condições de vida dramáticas.

O chefe de Estado francês avançou que França -- antiga potência colonial do Líbano - irá atribuir 100 milhões de euros (cerca de 118,6 milhões de dólares) em ajuda nos próximos meses, indicando ainda que Paris vai enviar 500 mil doses de vacinas contra a doença covid-19 para o território libanês.

Já o Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu doar uma verba suplementar de quase 100 milhões de dólares (cerca de 84,3 milhões de euros) de ajuda ao Líbano, exortando os líderes libaneses a assumirem medidas para reformar a economia do país e combater a corrupção.

"Estou a anunciar hoje quase 100 milhões de dólares para uma nova ajuda humanitária. Este valor soma aos 560 milhões de dólares (cerca de 472 milhões de euros) em ajuda humanitária já fornecida pelos Estados Unidos ao Líbano nos últimos dois anos", afirmou Joe Biden.

A par do anúncio, o líder norte-americano deixou um recado às autoridades libanesas: "Nenhum montante de ajuda externa será suficiente se os próprios líderes do Líbano não se comprometerem a fazer o trabalho árduo, mas necessário, de reformar a economia e de combater a corrupção. Isso é essencial e tem de começar agora".

Cerca de 40 chefes de Estado e de Governo, diplomatas e chefes de organizações internacionais participaram na conferência de hoje, segundo informou a presidência francesa.

Entre os participantes constaram ainda o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, o Presidente do Egito, Abdel Fatah al-Sisi, o Rei Abdullah II da Jordânia e o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

Leia Também: Israel responde aos foguetes disparados do Líbano com tiros de artilharia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório