Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Réplica do sismo de no norte do Peru, que soma mais de 700 feridos

Uma réplica de 3,8 de magnitude foi sentida hoje na região de Piura, após o terremoto de 6,1 na sexta-feira que já provocou mais de 700 feridos e, pelo menos, 187 casas afetadas nesta região do norte do Peru.

Réplica do sismo de no norte do Peru, que soma mais de 700 feridos
Notícias ao Minuto

17:40 - 31/07/21 por Lusa

Mundo Peru

.

A réplica do sismo foi relatada pelo Instituto Geofísico do Peru (IGP) às 08h00 locais (14h00 em Lisboa) e o epicentro estava a 14 quilómetros a sudoeste de Sullana, a 35 quilómetros de profundidade e seguiu outras ocorridas durante a madrugada.

Sullana foi a cidade costeira mais próxima do epicentro do sismo de sexta-feira, onde o terremoto foi sentido com força e provocou danos em construções assim como em estradas e infraestrutura rodoviárias.

De acordo com o último relatório do Centro de Operações de Emergência Nacional (COEN), o terremoto de sexta-feira em Sullana deixou seis casas inabitáveis, de um total de 187 danificadas, 24 pessoas magoadas e 721 feridos sob avaliação de profissionais de saúde.

Além disso, foram danificados seis edifícios públicos, cinco hospitais ou centros de saúde e quatro templos religiosos, incluindo a igreja principal de Sullana, que perdeu parte da cornija exterior.

O terremoto também afetou uma escola, um centro comercial, que sofreu inundações devido a tubos que se danificaram, uma ponte, um trecho de 50 metros de estrada, canais de irrigação e o serviço de eletricidade em vários pontos de Piura.

O Centro de Operações de Emergência Setorial (COES) do Ministério da Saúde instalou uma tenda para os feridos, no Hospital de Apoio Sullana II-2 e o Ministério da Habitação, Construção e Saneamento colocou maquinaria pesada no local para remover os escombros.

Também o serviço de água e saneamento foi suspenso em vários setores de Piura, Sullana, Paita, Talara e Chulucanas devido ao corte de energia elétrica.

Após o forte terremoto, que se sentiu às 12:10 locais (18:10 em Lisboa) de sexta-feira, o Presidente do Peru, Pedro Castillo, abandonou o tradicional desfile militar das festividades da independência peruana e partiu para Piura, a 990 quilómetros a norte de Lima.

A grande maioria dos afetados sofreu contusões leves, embora três tenham sofrido ferimentos de maior gravidade como foi o caso de uma mulher grávida, de um homem adulto e uma menina de dois anos.

Segundo a comunicação social local, a mulher feriu-se com a queda de uma parede, enquanto o homem sofreu um traumatismo e a menina, aparentemente, caiu de um segundo andar ao tentar sair de casa.

O Peru está localizado na zona denominada de Anel de Fogo do Pacífico, onde se regista, aproximadamente, 85% da atividade sísmica mundial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório