Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Começou hoje operação para acolher centenas de migrantes em Paris

A operação de acolhimento dos 600 migrantes acampados na praça de Vosges, em Paris, começou hoje em dois ginásios e uma sala de exposições, anunciou a adjunta da autarca de Paris à agência de notícias AFP.

Começou hoje operação para acolher centenas de migrantes em Paris

"As pessoas serão encaminhadas para dois ginásios e para o Paris Event Center", uma sala de exposições transformada em estrutura de receção de emergência, explicou Léa Filoche.

"Estamos mais uma vez em situação de emergência", lamentou a adjunta da autarca socialista de Paris, Anne Hidalgo.

"O Estado deve encontrar soluções de acomodação decentes, esse é o seu trabalho", acrescentou.

No total, na quinta-feira à noite estavam na praça de Vosges "cerca de 600 pessoas" acampadas, segundo dados da Câmara Municipal de Paris, incluindo "recém-chegados, pessoas legalmente presentes no território, geralmente em grande precariedade".

Os pequenos-almoços foram distribuídos hoje pela manhã pelos serviços municipais.

Estes migrantes são apoiados pelo coletivo Requisition, que pede ao Estado "soluções de alojamento dignas e duradouras" para os migrantes.

O coletivo Requisition integra várias associações de apoio a migrantes indocumentados que chegam a França.

Na quinta-feira às 13h00 locais (12h00 em Lisboa), em poucos minutos 300 tendas foram montadas pelo coletivo nos relvados da praça de Vosges, divididas em três áreas "famílias", "homens solteiros" e "menores".

"Escolhemos este lugar porque é um ponto turístico. Queremos mostrar o outro lado de Paris. Tornar o invisível visível, também em bairros mais nobres", disse Pierre Mathurin, coordenador da Utopia 56 Paris, uma associação de ajuda aos migrantes.

"Em vista do crescente número de pessoas que não conseguem encontrar soluções de acomodação, isso deve ser divulgado" publicamente, declarou ainda Léa Filoche.

As autoridades dizem-se incapazes de encontrar um alojamento para estes migrantes, mesmo para os que já têm a decorrer processos de asilo, e todos os dias, milhares de pessoas em Paris e nos arredores dormem em tendas, com o auxílio das associações de voluntários que tentam encontrar soluções à medida dos diferentes casos que lhes chegam.

Leia Também: Pinhel disponibiliza dois mil testes gratuitos para emigrantes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório