Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Regulador russo dos 'media' bloqueia acesso à página digital de Navalny

O regulador russo dos 'media' Roskomnadzor bloqueou o acesso à página digital do líder opositor Alexei Navalny, na prisão desde janeiro, e onde se publicavam as suas investigações sobre corrupção nas esferas do poder, denunciou hoje a sua equipa.

Regulador russo dos 'media' bloqueia acesso à página digital de Navalny

Segundo a equipa de Navalny, o regulador russo proibiu o acesso a navalny.com porque a página "continha informação que está proibida na Rússia".

O próprio Roskomnadzor indicou que o bloqueio foi efetuado após um pedido da procuradoria-geral russa.

Para além da principal página digital de Navalny, não estão disponíveis outras páginas relacionadas com o opositor, incluindo o 'site' fere.navalny.com, elaborado pelos apoiantes do político para pedir a sua libertação.

Segundo indicou a "Equipa de Navalny"na aplicação de mensagens Telegram, o número de páginas digitais relacionadas com o político que foram bloqueadas ascende a 47.

A última investigação publicada na página de internet de Navalny antes do bloqueio relacionava-se com alegados negócios da família do presidente da Câmara baixa do parlamento russo, Viacheslav Volodin, assinalou o portal Meduza.

Em 09 de junho, a Justiça russa ilegalizou o Fundo de Luta contra a Corrupção (FBK), vocacionado para revelar o enriquecimento ilícito entre os altos cargos russos, o Fundo para a Proteção dos Direitos dos Cidadãos (FZPG) e a rede das delegações de Navalny, ao declará-las "extremistas" e, desta forma, impedir os seus membros e seguidores de se apresentarem como candidatos aos diversos atos eleitorais.

A decisão implica que qualquer pessoa que se tenha associado a estas três organizações, ou as tenha apoiado de alguma forma, está impedida de se apresentar a cargos públicos por um período de cinco anos.

Para mais, os funcionários e os que estão empenhados em manter ativas as organizações proibidas, arriscam uma pena até seis anos de prisão.

Leia Também: Polícia fez rusga à sede de campanha eleitoral de aliado de Navalny

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório