Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 14º MÁX 26º

Edição

Justiça moçambicana investiga suspeitas de contratação ilegal de docentes

O Ministério Público de Moçambique está a investigar suspeitas de contratação ilegal de professores no Sistema Nacional de Educação, após a deteção de casos de fraude no ingresso de quadros no setor, anunciou a ministra do pelouro.

Justiça moçambicana investiga suspeitas de contratação ilegal de docentes

"O Ministério da Educação e a Procuradoria-Geral da República estão a acompanhar o assunto [da contratação ilegal de professores], uma vez que se trata de crime", afirmou a ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Carmelita Namashulua, em declarações ao jornal Notícias, o principal diário do país.

Namashulua avançou que as autoridades querem apurar, em concreto, as circunstâncias em que 144 professores foram contratados sem autorização do ministério, no distrito de Mecanhelas, província de Nampula, norte de Moçambique.

Por outro lado, prosseguiu, as investigações vão procurar determinar as causas do incumprimento das horas de trabalho distribuídas por muitos professores ao longo do país.

Aquela governante adiantou que na sequência desses casos, o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano iniciou um processo de verificação da legalidade da contratação dos professores de todo o país, visando "a purificação de fileiras".

Namashulua assinalou que as contratações para o aparelho do Estado são mediante concurso público e seleção, devidamente escrutinados pelas entidades competentes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório