Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

"É altura de culpar quem não se vacina", diz governadora republicana

Kay Ivey, governadora do Alabama, quer responsabilização sobre aqueles que recusam tomar vacina contra o novo coronavírus, numa altura em que os Estados Unidos assistem a aumento de novos casos.

"É altura de culpar quem não se vacina", diz governadora republicana

A governadora republicana do estado do Alabama disse que "é altura de começar a culpar as pessoas que não se vacinam" pelo recrudescimento de casos de novo coronavírus, num momento em que vários estados norte-americanos assistem a aumento de casos derivados do efeito da desinformação na adesão à vacinação.

Kay Ivey [na imagem acima com Donald Trump, em 2019] sublinhou que as vacinas "são a melhor arma que temos para lutar contra a Covid-19" e especificou que o aumento de casos no Alabama está relacionado com a relutância dos mais jovens em ser vacinados.

De acordo com o Guardian, apenas um terço das pessoas aptas para receber a vacina foram imunizadas, uma das taxas mais baixas do país.

"É suposto que as pessoas tenham senso comum, mas é altura de começar a culpar as pessoas que não se vacinam, não aquelas que se vacinam. São as pessoas não vacinadas que nos estão a desiludir", disse.

A republicana acrescentou, ainda, que quase todas as novas hospitalizações e mortes associadas à Covid-19 são pessoas que não foram imunizadas. 

Recorde-se que a administração de Joe Biden está a aumentar a pressão sobre as grandes tecnológicas para que mantenham controlo sobre a desinformação nas suas plataformas, sobretudo numa altura em que o retorno à normalidade depende da vacinação contra o novo coronavírus, algo que nos Estados Unidos está a decorrer com alguma dificuldade.

A Casa Branca identificou especificamente 12 pessoas que denominou como "os doze da desinformação", indicando que foram responsáveis pela maior parte da desinformação sobre a Covid-19.

Leia Também: Era antivacina, ficou infetado, recusava ser intubado. Morreu aos 34 anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório