Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2021
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Ministro da Saúde da Tunísia demitido em plena crise pandémica

O primeiro-ministro tunisino, Hihem Mechichi, demitiu hoje o titular da pasta da Saúde, Faouzi Mehdi, numa altura em que a Tunísia está a viver um pico de infeções de covid-19, anunciou hoje o Governo de Tunes.

Ministro da Saúde da Tunísia demitido em plena crise pandémica
Notícias ao Minuto

19:54 - 20/07/21 por Lusa

Mundo Tunísia

Anunciada em comunicado, a presidência do executivo não avança as razões para a demissão.

Mehdi está por trás da decisão de abrir temporariamente a vacinação a todos os tunisinos com mais de 18 anos por dois dias, hoje e quarta-feira, levando a uma corrida nos centros de vacinação, numa altura em que o país está a viver uma alta de casos de contágio do novo coronavírus.

O ministro dos Assuntos Sociais tunisino, Mohamed Trabelsi, foi designado para tutelar interinamente a pasta da Saúde.

O Governo de Mechichi (personalidade escolhida em agosto de 2020 pelo Presidente da Tunísia, Kais Saied) está já enfraquecido pela saída de muitos ministros, que não foram ainda substituídos após uma remodelação que está ainda pendente.

Em janeiro passado, o Presidente da Tunísia, Kaïs Saïed, que goza de uma popularidade significativa no país, recusou dar posse aos ministros, que foram aprovados pelo Parlamento, em desacordo com o principal partido parlamentar, o movimento islâmico Ennahdha.

A remodelação, que envolveu uma dezena de ministros, foi impulsionada pelo Ennahdha para assegurar ao governo o apoio de coligação parlamentar.

O Ministério da Saúde foi então designado para um médico de Sousse (leste), tendo Mehdi mantido a pasta graças à crise política.

Leia Também: Falta de oxigénio, deixa diretor de hospital da Tunísia em lágrimas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório