Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2021
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Kamala Harris na fronteira com México para avaliar efeitos da imigração

A vice-Presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, deslocou-se hoje à cidade de El Paso, no Texas, na fronteira com o México, para avaliar "os efeitos" da imigração ilegal, maioritariamente procedente das Honduras, El Salvador e Guatemala.

Kamala Harris na fronteira com México para avaliar efeitos da imigração

Na sua primeira visita à zona fronteiriça como vice-Presidente, Harris foi a um centro de detenção de imigrantes da Polícia Fronteiriça, onde falou com os trabalhadores e se reuniu, depois, em privado com "cinco meninas com entre nove e 16 anos, da América Central", indicou o seu gabinete.

"Estou contente por estar aqui. Sempre esteve nos meus planos vir aqui e creio que vamos ter um dia bom e produtivo", disse Kamala Harris, em declarações à imprensa à entrada do centro.

Inquirida sobre a razão pela qual lhe parecia importante visitar agora a fronteira, a vice-Presidente recordou que já tinha estado na linha da fronteira "muitas vezes", no troço da Califórnia, o Estado que representou no Senado durante quatro anos.

Indicou também que a sua visita de há duas semanas ao México e à Guatemala se centrou em "enfrentar as causas" que geram a imigração ilegal, enquanto a sua deslocação à fronteira tem como objetivo "observar os efeitos" do que se está a testemunhar a acontecer na América Central.

"A realidade é que temos de lidar com as causas e temos de lidar com os efeitos", acrescentou.

As instalações que Harris visitou, o Central Processing Center (CPC, Centro de Processamento Central), contam com mais de 9.000 metros quadrados, onde são detidos os imigrantes que acabam de atravessar ilegalmente a fronteira, antes de serem transferidos para outros centros.

Quando concluir a visita, a vice-Presidente reunir-se-á com ativistas, advogados e várias organizações não-governamentais que ajudam os imigrantes.

Em seguida, comparecerá perante a imprensa juntamente com o secretário da Segurança Nacional norte-americano, Alejandro Mayorkas, o senador Dick Durbin e a congressista Veronica Escobar, dois dos democratas mais ativos do Congresso em matéria de imigração.

A visita de Harris à fronteira ocorreu depois de ter sido alvo de muitas críticas da oposição republicana por não se ter ainda ali deslocado, e poucos dias antes de o ex-Presidente Donald Trump (2017-2021) viajar também até à zona fronteiriça, acompanhado do governador do Texas, Greg Abbott.

Leia Também: Kamala Harris junta-se a marcha pelo orgulho LGBTQ+ em Washington

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório