Meteorologia

  • 27 JULHO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Novo homicídio eleva número de jornalistas mortos este ano no México

Um jornalista foi encontrado morto na terça-feira, no norte no México, depois de ter sido esfaqueado, o que eleva para quatro o número de repórteres assassinados este ano no país, noticiou a imprensa local.

Novo homicídio eleva número de jornalistas mortos este ano no México
Notícias ao Minuto

06:37 - 23/06/21 por Lusa

Mundo México

O jornalista, identificado como Saul Tijerina Rentería, trabalhava para vários meios de comunicação social 'online', incluindo La Voz de Coahuila.

O jornal indicou que Tijerina Rentería desapareceu na madrugada de terça-feira, em Ciudad Acuna, depois de ter saído de uma fábrica, onde também trabalhava para poder sobreviver, tal como vários profissionais no México. O corpo foi encontrado mais tarde, esfaqueado, na mala de um carro.

O grupo de defesa da liberdade de imprensa Article 19 pediu às autoridades mexicanas para investigarem se a morte estava relacionada com o trabalho de jornalista.

O La Voz acrescentou que a polícia deteve dois suspeitos na posse de uma faca.

Na semana passada, dois repórteres foram mortos no México, um deles a tiro, apesar de ter sido admitido num programa federal de proteção policial para jornalistas ameaçados.

Em maio, um jornalista que chefiava um 'site' de notícias comunitárias foi raptado e assassinado no estado de Sonora, no norte do país.

Dois jornalistas desapareceram também este ano naquele estado fronteiriço.

Em 2020, pelo menos nove jornalistas foram mortos no México, considerado o país mais perigoso para exercer a profissão fora de zonas de guerra, de acordo com grupos de defesa da liberdade de imprensa.

Leia Também: Covid-19. México com 261 mortos nas últimas 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório