Meteorologia

  • 04 AGOSTO 2021
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 28º

Edição

Argentina pede ajuda à ONU para retomar negociações sobre Malvinas

O ministro dos Negócios Estrangeiros argentino, Felipe Solá, pediu hoje ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que interceda junto do Reino Unido para que aceite retomar as conversações sobre a soberania das ilhas Malvinas, adiantou a EFE.

Argentina pede ajuda à ONU para retomar negociações sobre Malvinas
Notícias ao Minuto

06:42 - 23/06/21 por Lusa

Mundo ONU

Numa reunião com o secretário-geral das Nações Unidas em Nova Iorque, o ministro argentino reiterou o seu apoio à "missão de bons ofícios" encomendada pela Assembleia Geral da ONU ao secretário-geral, cujo objetivo é conseguir que Argentina e Reino Unido retomem as negociações relativas à soberania do arquipélago, segundo um comunicado da chancelaria argentina.

Tudo de acordo com o mandato estabelecido e reiterado em inúmeras resoluções da Assembleia e do seu comité especial de descolonização, recorda o texto.

Solá encontra-se em Nova Iorque para participar na quinta-feira numa sessão do Comité de Descolonização da ONU para a Questão das Malvinas.

A 10 de junho, o presidente argentino, Alberto Fernandez, garantiu que a "necessidade de reivindicar todos os dias os direitos" sobre as Malvinas -- cuja soberania pertence aos britânicos desde 1833 -- se mantém "incólume" e "deve ser uma regra" da política exterior do país.

Solá aproveitou ainda o encontro com Guterres para reafirmar o compromisso da Argentina com um "multilateralismo solidário" na crise de covid-19 e reiterou a posição do país favorável a uma "liberalização dos direitos de patentes das vacinas e dispositivos médicos fundamentais para combater a pandemia".

O chefe da diplomacia argentina e o líder da ONU debateram ainda os objetivos do desenvolvimento sustentável, tendo a Argentina garantido que se encontra "plenamente comprometida" com o cumprimento dos objetivos económicos, sociais e ambientais para os próximos anos.

Leia Também: Argentina renegoceia dívida de 2,4 mil milhões prestes a vencer

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório