Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 29º

Edição

EUA elogiam Espanha após anúncio de perdões para líderes independentistas

Os Estados Unidos elogiaram hoje a Espanha, após o anúncio de perdões parciais e condicionais para nove líderes independentistas catalães, dizendo que é "um importante aliado da NATO e parceiro" norte-americano.

EUA elogiam Espanha após anúncio de perdões para líderes independentistas
Notícias ao Minuto

20:44 - 22/06/21 por Lusa

Mundo EUA

"A Espanha é um importante aliado da NATO e parceiros dos Estados Unidos. Como os Estados Unidos deixaram claro em numerosas ocasiões, apoiamos uma Espanha forte e unida. Quanto à questão dos perdões, trata-se de um assunto interno de Espanha", disse um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA.

A reação do Governo norte-americano surge após o Conselho de Ministros espanhol ter aprovado perdões parciais, reversíveis e condicionais para os nove líderes independentistas catalães, uma medida com a qual Madrid pretende "virar a página" e procurar a coexistência, embora admita que os indultos não sejam uma solução garantida.

Os nove líderes estão a cumprir penas de prisão pelo seu envolvimento na tentativa de autodeterminação da região da Catalunha, em 2017.

O primeiro-ministro de Espanha, Pedro Sánchez, está convencido de que a medida irá abrir "uma nova fase de diálogo" que "porá fim à divisão e ao confronto de uma vez por todas".

Quase quatro anos depois da tentativa frustrada de independência, a questão catalã continua a condicionar a vida política espanhola e a dividir profundamente a sociedade catalã.

Os partidos separatistas catalães continuam a defender a independência da região e o Governo central parece apenas estar disposto a dar mais autonomia, através de uma alteração do estatuto que regula a relação de Madrid com cada uma das regiões.

No início de 2020, as duas partes iniciaram a discussão do problema através de uma "mesa de negociação" cujas reuniões foram interrompidas até agora devido à crise provocada pela pandemia de covid-19.

A decisão do Conselho de Ministros não encerra definitivamente esta matéria, visto que vários partidos da direita espanhola e outras entidades já avançaram que irão interpor recursos junto do Supremo Tribunal.

A concessão de indultos é vista, nomeadamente pela direita, como a moeda de troca que garante a continuação da rede de apoios entre partidos independentistas catalães e o atual Governo espanhol.

Leia Também: Independentistas admitem passo na boa direção, mas querem referendo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório