Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Objetivo de vacinação fixado por Biden está aquém do anunciado

O objetivo fixado por Joe Biden de garantir 70% da população adulta com pelo menos uma dose da vacina anti-covid até 4 de julho, dia da festa nacional, não será alcançado, declarou hoje um responsável da Casa Branca.

Objetivo de vacinação fixado por Biden está aquém do anunciado
Notícias ao Minuto

18:44 - 22/06/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Este é o primeiro objetivo não garantido em termos de vacinação para o Presidente norte-americano, que no início do mandato elegeu como prioridade o aumento exponencial da campanha de imunização.

Este objetivo será alcançado "para os adultos a partir dos 27 anos" até 4 de julho, declarou Jeff Zients, coordenador da luta contra o covid-19 para a Casa Branca.

"Pensamos que vão ser necessárias mais algumas semanas para chegar a 70% de todos os adultos com pelo menos uma dose" recebida, acrescentou em conferência de imprensa.

Até ao momento, 65,4% das pessoas com 18 ou mais anos receberam pelo menos uma dose de uma das três vacinas autorizadas no país.

O ritmo de vacinação atual não permitirá que se atinja em duas semanas o objetivo dos 70%.

Há alguns dias, segundo os dados das autoridades sanitárias, situava-se numa média de 850.000 injeções diárias, um número que também incluía as crianças e adolescentes vacinados a partir dos 12 anos com a vacina da Pfizer/BioNTech.

Desta forma, o objetivo anunciado pelo Presidente democrata no início de maio, não deverá ser atingido por alguns pontos percentuais.

Joe Biden também pretendia garantir 160 milhões de norte-americanos totalmente vacinados até à mesma data, mas de momento faltam dez milhões de pessoas para atingir essa barreira.

Este objetivo deverá ser alcançado "até meados de julho", segundo Zients.

A capital federal Washington e 16 dos 50 estados já atingiram a fasquia dos 70% de adultos com pelo menos uma dose de vacina, em particular os situados nas duas costas dos Estados Unidos.

No entanto, as disparidades são grandes devido aos atrasos em diversos estados, incluindo no Mississípi, Alabama, Luisiana ou Wyoming.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.875.359 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.074 pessoas e foram confirmados 866.826 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: 29% com vacinação completa; O apelo de Marcelo aos jovens

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório