Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

"Falha estrutural" no acidente de metro com 26 mortes no México

O acidente com um metro que resultou em 26 mortes, em maio, na Cidade do México, terá sido causado por uma "falha estrutural", segundo as conclusões do relatório preliminar divulgado quarta-feira.

 "Falha estrutural" no acidente de metro com 26 mortes no México
Notícias ao Minuto

06:21 - 17/06/21 por Lusa

Mundo Acidente

"O acidente foi causado por uma falha estrutural associada a deficiências no processo de construção", apontou o responsável de obras públicas da autarquia da Cidade do México, ao citar as conclusões de um relatório encomendado pelo município à empresa norueguesa de avaliação DNV.

O estudo revelou que as vigas do viaduto que desabou estavam sem parafusos, com soldagem incompleta e com diferentes tipos de cimento.

E acrescentou que algumas das obras realizadas não correspondiam ao "plano de design" original.

O relatório apontou ainda que a linha era operada "em conformidade com os protocolos de manutenção de rotina", descartando, até ao momento, negligência do atual executivo de Sheinbaum.

A empresa responsável pelo inquérito continua a estudar a falha e apresentará um segundo relatório em 14 de julho e um terceiro e último em 30 de agosto.

Também o Colégio de Engenheiros Civis do México apresentará o seu próprio relatório nesta quinta-feira.

A apresentação decorreu com a presença da presidente da Câmara Claudia Sheinbaum e representantes da empresa DNV.

A autarca salientou que este é um "relatório preliminar" daquela empresa e que existem "outros processos" a decorrer e "vários estudos" a serem realizados.

Sobre o apuramento de responsabilidades, Claudia Sheinbaum assegurou que dependerá do Ministério Público da capital e anunciou também a criação de uma equipa técnica de "altíssimo nível" para a realização de um projeto de "reforço e reabilitação" da linha 12 para que esta possa voltar a operar.

O acidente de metro na capital, ocorrido em 03 de maio, provocou 23 mortos após o colapso de um viaduto.

Envolta em polémica desde a construção, a linha 12 do metro, onde ocorreu o acidente, foi concluída em 30 de outubro de 2012, quando o atual ministro dos Negócios Estrangeiros mexicano, Marcelo Ebrard, era presidente do município da capital.

No entanto, a linha foi encerrada em 2014 por falhas e reaberta entre outubro e novembro de 2015, em vários ramais.

Através de um vídeo das câmaras de vigilância do governo da Cidade do México, observa-se como a estrutura elevada com uma altura de 20 metros ruiu à passagem do metro, com diversas carruagens imobilizadas no solo.

Leia Também: Motociclista morre após colisão com carro ligeiro em Paços de Ferreira

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório