Meteorologia

  • 23 JUNHO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Irão recupera direito de voto na ONU após pagamento da contribuição

O Irão recuperou o direito de voto na Assembleia geral da ONU, que tinha perdido provisoriamente pelo não pagamento das contribuições destinada ao orçamento da organização, anunciaram hoje as Nações Unidas.

Irão recupera direito de voto na ONU após pagamento da contribuição
Notícias ao Minuto

22:35 - 11/06/21 por Lusa

Mundo ONU

Teerão disponibilizou o mínimo exigido para recuperar esse direito, disse aos jornalistas Farhan Haq, porta-voz da ONU.

Os não pagamentos foram motivados pelas dificuldades em efetuar operações financeiras nos Estados Unidos -- onde a ONU possui a sede central -- devido às sanções que Washington impôs ao país do Médio Oriente.

Nos últimos meses as duas partes tentaram procurar fórmulas para permitir a concretização desses pagamentos, e a ONU disse que vários bancos e governos colaboraram para que o problema fosse solucionado.

"As sanções ilegais dos Estados Unidos não apenas privaram o nosso povo de medicamentos, mas também impediram ao Irão que pagasse as nossas contas em atraso na ONU. Após mais de seis meses de diligências, a ONU anunciou hoje que recebeu os fundos", assinalou na rede social Twitter o embaixador iraniano nas Nações Unidas, Majid Takht Ravanchi, que exigiu o levantamento imediato das sanções.

As normas da ONU estabelecem a perda do direito de voto na Assembleia geral para os Estados-membros que têm pendentes o pagamento para o orçamento da organização numa quantia igual ou superior às contribuições que lhes correspondiam nos anos anteriores.

Para além do Irão, em 2021 encontravam-se nessa situação a República Centro Africana, Comoros, São Tomé e Príncipe e Somália.

As regras da ONU permitem que a própria Assembleia aprove exceções para os Estados-membros confrontados com situações extraordinárias.

Os países aceitaram que Comoros, São Tomé e Príncipe e Somália mantenham o seu direito de voto durante o atual período de sessões da Assembleia, apesar do não pagamento das suas contribuições.

O Irão já votou hoje na eleição de novos membros não permanentes do Conselho de Segurança.

Leia Também: Guterres quer "plano de guerra" para aumentar vacinação contra a Covid-19

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório