Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

PR de Cabo Verde recorda "chocado" a "jovialidade" do antigo vizinho Neno

O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, mostrou-se hoje "chocado" com a morte do antigo guarda-redes internacional português Neno, recordando a "jovialidade" do seu antigo vizinho na Praia.

PR de Cabo Verde recorda "chocado" a "jovialidade" do antigo vizinho Neno
Notícias ao Minuto

09:12 - 11/06/21 por Lusa

Mundo Neno

"Chocado com a notícia da morte de Neno, cabo-verdiano que se notabilizou como guarda-redes do Benfica, do Vitória de Guimarães e da seleção portuguesa de futebol", escreveu Jorge Carlos Fonseca, na sua conta oficial na rede social Facebook.

O antigo internacional português Neno morreu na quinta-feira, aos 59 anos, informou o Vitória de Guimarães, clube em que o guarda-redes jogou e foi dirigente.

Assumindo uma "consternação imensa" pela morte de uma "figura de uma simpatia e de uma jovialidade raras", o chefe de Estado cabo-verdiano recorda que Neno, os irmãos e os pais foram seus vizinhos durante "bons anos" na Praia.

"Conheci-o, ele menino, e, depois, cruzamo-nos nalgumas ocasiões, uma das quais no Porto, num evento em que estive já como Presidente da República, e onde ele animou o ambiente cantando como gostava muito de fazer", recordou Jorge Carlos Fonseca.

Formado no Barreirense, Neno passou por Vitória de Guimarães, Benfica e Vitória de Setúbal.

Nascido na Cidade da Praia, em Cabo Verde, Neno ganhou três campeonatos e três Taças de Portugal pelo Benfica, além de uma Taça de Portugal pelo Vitória de Guimarães.

Ao serviço da seleção portuguesa fez nove encontros, entre 1989 e 1996.

Leia Também: Futebol e o desporto de luto: As reações à morte de Neno

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório