Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Edição

Myanmar: ONU reporta cerca de 100 mil deslocados após novos combates

As Nações Unidas revelaram hoje que cerca de 100.000 pessoas foram deslocadas de suas casas devido a novos combates entre o exército birmanês e grupos rebeldes no leste do país.

Myanmar: ONU reporta cerca de 100 mil deslocados após novos combates
Notícias ao Minuto

19:41 - 08/06/21 por Lusa

Mundo Myanmar

Os recentes confrontos e "ataques indiscriminados das forças de segurança a áreas civis" forçaram cerca de 100.000 pessoas a fugir das suas casas no estado de Kayah, perto da fronteira com a Tailândia, disse o gabinete da ONU em Myanmar (antiga Birmânia).

As pessoas nas zonas afetadas pelos combates têm "necessidade urgente" de alimentos, água, abrigo e cuidados de saúde, indicou a ONU, acrescentando que as restrições de movimento impostas pelas forças de segurança estão a atrasar a prestação da ajuda essencial.

O Myanmar está em crise política, social e económica desde o golpe de Estado de 01 de fevereiro que derrubou o Governo eleito de Aung San Suu Kyi, com protestos, greves e um aumento das tensões entre as fações militares e étnicas.

Os combates começaram a surgir em vários locais, particularmente em áreas que registaram um elevado número de baixas pelas forças de segurança, onde alguns residentes formaram "forças de defesa".

Mais de 800 pessoas foram mortas no país desde o golpe de Estado, de acordo com um grupo de monitorização local.

As greves e o encerramento de fábricas levaram à perda de meios de subsistência, tornando a situação mais dramática no país.

A Cruz Vermelha afirmou hoje estar a intensificar os seus esforços para satisfazer as necessidades humanitárias de 236.000 pessoas no Myanmar, que já se encontravam vulneráveis antes do golpe devido à pandemia de covid-19.

O Presidente da Cruz Vermelha, Peter Maurer, conseguiu reunir-se com o líder da junta militar, Min Aung Hlaing, na semana passada e pediu maior acesso humanitário no país.

Leia Também: Julgamento de Aung San Suu Kyi agendado para o dia 14 de junho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório