Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

NATO defende relação "dual" com a Rússia e lamenta reforço militar

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, defendeu segunda-feira uma relação "dual" entre esta organização e a Rússia, notando ser necessário diálogo em temas como o controlo das armas, após o país ter reforçado a sua capacidade militar.

NATO defende relação "dual" com a Rússia e lamenta reforço militar

Numa reunião organizada pelo Conselho Atlântico, Stoltenber afirmou que vê a relação da NATO (Organização do Tratado Atlântico Norte) com a Rússia de uma forma "dual", mostrando-se "forte e firme" e, em simultâneo, promovendo o diálogo com Moscovo.

Este responsável notou ainda que para a organização o comportamento da Rússia nos últimos anos, nomeadamente, o investimento militar convencional e nuclear, intimidando, na sequência, países como a Geórgia ou a Ucrânia é um problema.

Por outro lado, a NATO quer estabelecer uma aliança "forte" com os EUA para enfrentar desafios como o ciberterrorismo.

Segundo a organização, a aliança atlântica enfrenta "muitos desafios", como o "equilíbrio do poder global", as políticas agressivas da Rússia, o terrorismo ou os ataques cibernéticos.

Durante a reunião, Jens Stoltenberg fez também alusão às diferenças que persistem entre os membros da organização, notando que estas "não são segredo", mas destacou que, apesar das diferenças, os aliados permanecem juntos.

Leia Também: Itália identifica rede neonazi que planeava atentar contra a NATO

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório