Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 32º

Ministro do Uganda sobrevive a ataque que matou filha e motorista

Um antigo chefe do exército e atual ministro do Uganda ficou hoje ferido e a sua filha morreu depois de homens armados terem disparado contra o carro em que seguiam, disse hoje fonte militar.

Ministro do Uganda sobrevive a ataque que matou filha e motorista
Notícias ao Minuto

14:10 - 01/06/21 por Lusa

Mundo Uganda

O general Katumba Wamala, atual ministro das Obras e Transportes no Governo do Uganda, ficou ferido num braço no ataque, que ocorreu perto da sua casa, num subúrbio de Kampala, a capital do Uganda, de acordo com a porta-voz militar Flávia Byekwaso.

De acordo com a mesma fonte, o motorista de Wamala e a sua filha foram mortos no mesmo ataque, ao qual não houve até ao momento uma reação da polícia ugandesa.

De acordo com a imprensa local, os atacantes desconhecidos montados em motorizadas aproximaram-se do carro numa rua movimentada e dispararam pelo menos sete vezes.

As imagens do local mostraram o ministro com as roupas ensanguentadas a pedir para ser levado ao hospital.

Os ugandeses reagiram com choque à aparente tentativa de assassínio que volta a suscitar receios de insegurança naquele país da África Oriental que tem assistido a ataques semelhantes nos últimos anos.

Um porta-voz da polícia ugandesa foi morto a tiro por homens armados fora da sua casa em 2017.

Um parlamentar foi morto num ataque semelhante em 2018 e outras vítimas incluem um promotor público e líderes muçulmanos.

Wamala, membro do partido do Governo no Uganda e que também serviu durante anos como chefe da Polícia Nacional, é considerada uma figura querida entre muitos ugandeses que citam o seu perfil de homem simples, num país onde os oficiais militares são frequentemente temidos.

Era visto frequentemente apenas com um guarda-costas.

Falando da sua cama de hospital, Wamala disse que está fora de perigo.

"Os bandidos fizeram-no, mas Deus deu-me uma segunda oportunidade", disse, falando da sua filha morta.

"Vou sobreviver", acrescentou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório