Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Afeganistão: Forças dos EUA devolverão base militar de Bagram até dia 20

As forças norte-americanas no Afeganistão vão entregar a sua principal base militar em Bagram ao exército afegão até 20 de junho, disse hoje uma fonte dos serviços de segurança locais.

Afeganistão: Forças dos EUA devolverão base militar de Bagram até dia 20

"O processo de restituição deve levar cerca de 20 dias, mas este período pode ser mais ou menos longo", disse a autoridade afegã, que falou sob a condição de anonimato.

"O ministério da Defesa criou uma comissão especial para supervisionar e dirigir a devolução da base ao exército afegão", acrescentou a mesma fonte.

"Posso confirmar que devolveremos a base aérea de Bagram, mas não tenho pormenores ou um cronograma para divulgar", disse, por sua vez, um porta-voz das forças militares dos EUA.

Já passaram quase 20 anos desde o início da intervenção dos EUA no Afeganistão, em outubro de 2001, e o Pentágono está agora a retirar os seus últimos 2.500 soldados ainda estacionados em território afegão.

O Presidente dos EUA, Joe Biden, definiu o prazo simbólico de 11 de setembro de 2021 para concluir a retirada das forças norte-americanas, mas as operações estão a decorrer em ritmo acelerado e podem terminar ainda neste verão.

A base militar de Bagram, localizada a cerca de 50 quilómetros a nordeste de Cabul, na província de Parwan, é a principal base operacional dos Estados Unidos no Afeganistão.

Construída pelos soviéticos quando ocuparam o país (1979-1989), a base abrigou até 30 mil soldados norte-americanos e civis, bem como forças da NATO, no auge das suas operações, em 2011.

Bagram também serviu como centro de detenção, frequentemente denunciado pela imprensa e pela Amnistia Internacional, que falava da existência de "centros de tortura" nos seus armazéns.

O ministro da Defesa dos EUA, Lloyd Austin, disse aos congressistas, na semana passada, que a retirada das forças norte-americanas estava a decorrer "em ritmo constante", admitindo que o cronograma pudesse mesmo ser antecipado, apesar da complexidade das operações, que implicam, para além da saída dos soldados, a remoção de todo o material (veículos, armamento, etc.), parte do qual será transferido para as forças afegãs ou destruído.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório