Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Myanmar: Ko Phyo perdeu perna nos conflitos. Agora, refaz assim a vida

Pai solteiro tenta readquirir mobilidade para conseguir tomar conta de si e do filho.

Ko Phyo traz consigo as marcas das manifestação em Myanmar, um dos maiores conflitos na nação em décadas, e que se prolonga há já vários meses.

O jovem pai solteiro, de 24 anos, foi atingido por uma bala e viu-se obrigado a amputar parte da sua perna.

À Reuters, Ko Phyo recorda o dia de março em que, ao fugir da polícia para não ser preso, foi alvejado e caiu. 

A bala que o atingiu cortou três artérias. O soldado que disparou removeu a bala com uma faca, e um polícia local que conhecia Ko levou-o a um hospital militar, numa viagem de cerca de duas horas.

"Comecei a sentir a dor e não a conseguia suportar. Disse-lhes para me cortarem a perna imediatamente. Eles cortaram-na no sétimo dia", recorda.

Agora, Ko está a tentar aprender a readquirir mobilidade numa cadeira de rodas, e espera conseguir regressar ao trabalho em breve, para sustentar o filho.

O homem diz que vê a perda da sua perna como um pequeno sacrifício em comparação com aqueles que já perderam a vida.

Leia Também: Myanmar: Governo de Unidade Nacional faz pacto com guerrilheiros rebeldes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório